Publicado em: terça-feira, 22/11/2011

Palmeiras demite advogados e assessores

O Palmeiras teve mais um desdobramento de sua crise política na noite de segunda-feira (21). O presidente Arnaldo Tirone anunciou a demissão de advogados e assessores de imprensa do clube, para atenuar a pressão do grupo de opositores.

Foram mandados embora o gerente administrativo Sérgio do Prado, o advogado André Sica e toda a equipe que prestava o serviço de assessoria de imprensa para o Palmeiras. As demissões são apontadas como consequência da pressão exercida pelo grupo ligado ao dirigente Mustafá Contursi, opositor a Tirone.

O mandatário palmeirense, por sua vez, alegou que não havia uma motivo específico para as mudanças, e afirmou que elas fazem parte de um processo de renovação que o clube irá passar nos próximos meses. O advogado, embora tenha sido destituído do quadro de funcionários, ainda irá seguir prestando serviços ao Palmeiras, explicou o presidente.

Sérgio do Prado já tinha sua demissão especulada a algum tempo, desde a chegada de Cesar Sampaio para ser o gerente de futebol. Entretanto, o vice Roberto Frizzo assegurou que em breve deverá ser anunciado um substituto para o cargo.