Publicado em: terça-feira, 09/10/2012

Palmeiras: Barcos teria pedido aumento de salário antes de clássico contra o São Paulo

Palmeiras: Barcos teria pedido aumento de salário antes de clássico contra o São PauloNo último sábado, dia 6 de outubro, o Palmeiras foi até o estádio do Morumbi, na capital paulista, para enfrentar uma partida contra o São Paulo e valida pela vigésima oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o time alviverde perdeu pelo placar de 3 a 0. No entanto, o que pouca gente sabe é que no final de semana, pouco tempo antes do jogo, o jogador argentino Hernán Barcos foi o responsável por causar um mal-estar no time comandado pelo técnico Gilson Kleina.

O atleta disse que não iria se concentrar com os jogadores do seu time antes do clássico contra o tricolor paulista. Isso aconteceu depois que ele exigiu que seu salário sofresse um aumento.

De acordo com as informações da imprensa especializada, todo o time do Palmeiras entrou na concentração já na quinta-feira, dois dias antes do confronto com o São Paulo. No entanto, Barcos só foi para o hotel encontrar com os seus companheiros de equipe no dia seguinte, já na sexta-feira, alegando que havia dito problemas pessoais.
Segundo informações da rádio Joven Pan, o camisa 9 do Palmeiras tem um salário de cerca de R$ 200 mil. No entanto, o valor não estaria sendo o suficiente para ele, que pediu que o seu salário fosse aumentado para cerca de R$ 500 mil, mesmo valor que é pago para o jogador chileno Valdivia.

Tanto o presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, como Hernán Barcos e o seu agente Marcelo Britto não quiseram dar declarações sobre este assunto.