Publicado em: sexta-feira, 23/09/2011

Palestina entrega pedido formal de reconhecimento do Estado a secretário-geral da ONU

O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmud Abbas, entregou nesta sexta-feira (23) a carta oficial com o pedido de reconhecimento do Estado Palestino pelo Conselho de Segurança da ONU, para que a nação passe a fazer parte da organização. Abbas havia declarado no dia 13 que faria o pedido durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, a qual teve início na quarta-feira (21), mesmo com os Estados Unidos e Israel se declarando contrários à medida.

Quando chegou ao encontro da ONU, Abbas foi recebido com aplausos da plateia. Durante seu discurso, Abbas leu uma cópia da carta que foi entregue ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon. Esta é a 66ª edição da Assembleia Geral da ONU, que acontece anualmente na sede da organização em Nova York. Seu discurso teve como foco o detalhamento dos motivos que levaram a ANP a recorrer à ONU para tentar ser reconhecida como um Estado autônomo.

O principal argumento de Abbas para sustentar a necessidade de pedir formalmente o reconhecimento da Palestina é que as negociações com Israel estão paralizadas. No momento, o impasse entre as duas nações completa quase duas décadas. O representante palestino afirmou que “aspiramos a um papel maior e mais efetivo na ONU para alcançar uma paz justa e completa em nossa região que assegure os direitos nacionais legítimos e inalienáveis da população palestina como definido pelas resoluções de legitimidade internacional da ONU”.

Para que o pedido seja aprovado, nove integrantes do Conselho devem votar a favor e nenhum dos países com poder de veto podem usá-lo. Porém, o governo dos Estados Unidos, um dos quais tem tal autonomia, afirmou que vai vetar o pedido.