Publicado em: quarta-feira, 22/02/2012

Países da Zona do Euro fazem acordo para ajudar a Grécia, mas Bolsas europeias fecham em queda

Países da Zona do Euro fazem acordo para ajudar a Grécia, mas Bolsas europeias fecham em quedaMesmo com o acordo firmado entre países da Zona do Euro para ajudar a Grécia a superar a crise econômica, as principais bolsas europeias terminaram a terça-feira (21) em queda. Os investidores optaram por realizar lucros depois da alta acumulada pelos índices de ações nas últimas semanas. Os especialistas não acreditam que essa entrada de capital na Grécia seja suficiente para acabar com os problemas financeiros que o país vem enfrentando. Um terceiro pacote de ajuda ao país faz parte das estimativas.

O índice DAX 30, da bolsa de Frankfurt, fechou em 6.908 pontos, com retração de 0,58%. O CAC 40, da bolsa de Paris, foi a 3.465 pontos, o que representa 0,21% a menos. O FTSE 100, da bolsa de Londres, atingiu 5.928 pontos e teve uma baixa de 0,29%.

Terça-feira termina com destaques positivos e negativos no mercado de ações

Em Londres, as ações da Tullow Oil recuaram 3,62%. Esse valor é resultado da apresentação do relatório de 2011 da empresa, que mostrou números insatisfatórios em Serra Leoa. Essa baixa no preço das ações está contra o mercado, pois se observou alta no valor do barril de petróleo depois do embargo de países europeus e asiáticos à produção iraniana. As ações de Petrofac e Shell, por exemplo, fecharam com alta de quase 1%.

Em Londres, as ações da Vedanta apresentaram aumento de 7,0%. Essa elevação nos preços veio depois que a CNBC exibiu uma reportagem sobre uma possível aquisição de duas empresas e a transferência de participação na Cairn, com o objetivo de simplificar a estrutura corporativa da companhia. A Kazakhmys (+1,39%) e a Anglo American (+0,95%) também fecharam em alta, pois são produtoras de commodities metálicas.

Sobre as perdas, as ações da Thyssenkrupp (Frankfurt) lideraram apresentando retração de 2,67%. A Adidas (-2,20%) e o Deutsche Bank (-2,11%) também aparecem no ranking das empresas que mais apresentaram queda na terça-feira.

Situação da Europa melhora nesse início de semana

Os ministros da Zona do Euro aprovaram, na segunda-feira, o novo plano de auxílio econômico à Grécia no valor de € 130 bilhões, o que deve melhorar a economia interna do país. Especialistas ainda estimam que será necessário um novo pacote econômico, mas o presidente da Comissão Européia, José barroso, afirma que essa ajuda elimina os rumores sobre um pedido de default por parte da economia grega.

Também repercute sobre a economia mundial o bom resultado obtido pelo Tesouro da Espanha durante leilão de títulos realizados ontem (21). O Tesouro vendeu € 2,5 bilhões de bônus, pagando um yield médio abaixo do leilão anterior.