Publicado em: sábado, 22/02/2014

Pais americanos fazem ‘festas da catapora’ para que os filhos contraiam a doença de forma natural

Pais americanos fazem ‘festas da catapora’ para que os filhos contraiam a doença de forma naturalEnquanto alguns pais veem como problema e ficam preocupados ao ver quando o filho pegou catapora ou varicela, nos EUA os pais querem que os filhos peguem catapora enquanto são crianças e até tem grupos, onde conversam como é a forma mais rápida de fazer o filho entrar em contato com outras crianças que estão com a doença, para assim poderem passar umas às outras.

Na realidade, o objetivo deles não é expor o filho e sim acreditam que, se os filhos contraírem agora ela, ficarão imunizados para o resto da vida e não precisarão sofrer com isso quando adultos. Segundo os pais, essa forma ‘natural’, é bem menos arriscada do que por meio de vacina, eles afirmam que são um grupo nacional de pais unidos em apoio ao vírus da catapora na infância, naturalmente, com o contato. Antigamente, em meados de 1990, acontecia a chama ‘festa da catapora’ e os pais davam vacinas aos filhos para que pegassem a doença.

Pais preocupados

Muitas páginas nas redes sociais falam sobre o assunto, em uma delas os integrantes, trocam informações para saber onde acontecem as ‘festas da catapora’ mais próximas, e também usam para debater opiniões sobre os prós e contras da vacina que ajuda a contrair a doença. Um outro grupo, chamado de Chicken Pox Parties – Southeast Us, diz que, este é um grupo para indivíduos/família que por muitos motivos pessoais, preferem que os filhos contraiam de forma natural a catapora e não o expondo a vacina para isso. Além da preocupação com as consequências que a vacina pode causar, de acordo com especialistas, ela não tem comprovação cientifica, o Centers for Disease Control and Prevention (Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças, ou CDC em inglês) afirmam que a eficácia que a vacina possui é de 98%.