Publicado em: quarta-feira, 16/05/2012

Padrasto afirma que enteado é inocente em caso de Carolina Dieckmann

O padrasto do adolescente de 16 anos, que está sendo acusado como chantageador no vazamento das fotos íntimas de Carolina Dieckmann, afirma em entrevista que seu enteado é inocente das acusações. O homem, que é advogado na cidade de Bauru, São Paulo, afirma que possui um dossiê com tudo que já foi dito sobre o garoto na mídia e pela polícia.

O advogado afirma que seu enteado está sendo “massacrado” e está muito abalado com sua situação e a proporção que o caso tomou. Com os documentos que acumulou, o homem pretender fazer a defesa do rapaz. O advogado afirma que nenhuma acusação formal foi feita ao adolescente que não existem provas de que ele tenha participado do caso.

Investigação policial

De acordo com a polícia, Leonan Santos, de 20 anos, é o principal suspeito pelo roubo das fotos íntimas de Carolina Dieckmann. O jovem reside em Córrego Dantas, Minas Gerais. Ele já foi acusado anteriormente de desvio de dinheiro em contas de banco. No computador de Santos foram encontrados imagens e vídeos, além de informações do cartão de crédito da atriz.

A polícia afirma que Leonan usou um falso e-mail para furtar as imagens, e depois as mandou para Diego Fernando Cruz. Este teria enviado as fotografias para mais três pessoas, entre elas o adolescente de Bauru e também o proprietário de um portal pornográfico.