Publicado em: quarta-feira, 19/11/2014

Organização Mundial da Saúde espera que casos de ebola diminuam até o início do próximo ano

Organização Mundial da Saúde espera que casos de ebola diminuam até o início do próximo anoSegundo a Organização Mundial da Saúde há uma expectativa de que o número de infectados pelo ebola, assim como a epidemia da doença, seja reduzida consideravelmente até o início do próximo ano, além disso segundo informações repassadas por um alto encarregado, o Organização Mundial da Saúde também tem o desejo de que os testes para que a infecção pelo ebola seja feitos de maneira mais rápida, sejam aplicados o mais rápido possível.

Segundo informações do doutor Pierre Formenty que chefia a equipe de doenças emergentes da Organização Mundial da Saúde, estas previsões são realizadas para que se possa ter uma ideia de como a situação estará daqui a quatro ou seis meses, quando o número de infectados pelo ebola, segundo as expectativas do órgão, comece a sofrer uma queda considerável, e se possa traçar planos para esta situação futura.

Segundo o doutor, com essas declarações, o órgão não está querendo dizer que a epidemia que já vitimou mais de cinco mil pessoas em todo o mundo da doença chegará ao seu fim, de acordo com os cálculos realizados por encarregados da Organização Mundial da Saúde, as regiões que foram mais afetadas pela epidemia de ebola, que compreendem Serra Leoa, Libéria e também Guiné, no mês de março do ano de 2015, devem ter registro de apenas cinco ou dez casos de infectados por ebola semanalmente.

Segundo informações da organização Mundial da Saúde, para que seja realizada uma melhor detecção do vírus ebola, quinze propostas já foram realizadas ao órgão por fabricantes para que exames de diagnósticos sejam executados de maneira mais rápida, na opinião do doutor Pierre Formenty, os melhores, mais rápidos e eficazes testes que podem ser realizados são os que podem ser realizados de maneira rápida simples e segura.