Publicado em: quarta-feira, 05/09/2012

Oracle volta a brigar na justiça com a SAP

Oracle volta a brigar na justiça com a SAPDepois de algumas batalhas judiciais, a Oracle anunciou que vai voltar a disputar na justiça com a SAP por uma indenização de US$ 1,3 bilhões, o equivalente a R$ 2,64 bi.

A disputa estava parada desde o mês passado, quando ambas as empresas assinaram um acordo. Na proposta, a Oracle aceitava o montante de US$ 305 milhões oferecidos pela empresa lide de softwares administrativos- SAP. Se concluído, o acordo encerraria os enfrentamentos e evitaria um julgamento do caso.

Entretanto, a Oracle voltou atrás e quer que a indenização seja paga integralmente. Ao tomar conhecimento da decisão da rival, a SAP lançou um comunicado se mostrando desapontada com a decisão. O comunicado diz que não havia necessidade de estender o caso, já que um acordo havia sido feito.

ENTENDA O CASO

Em 2007, a Oracle entrou na justiça contra sua rival SAP sob a acusação de roubo de informações confidenciais através da TomorrowNow.Subsidiária da SAP, essa empresa fornecia suporte para os softwares da Oracle.

Conforme os detalhes do processo, os funcionários da TomorowNow invadiam a rede de computadores da Oracle para roubar informações sobre seus softwares. Em meio a batalha judicial a SAP admitiu o erro, mas isentou-se da responsabilidade. Segundo a companhia, o erro foi integralmente da sua subsidiária – a TomorowNow que teve as operações cortadas em 2008.

A dois anos atrás, o valor da indenização que a SAP deveria pagar a Oracle foi fixado em US$ 1,3 bi por um júri federal. A SAP recorreu da decisão e, no ano seguinte, em 2011, conseguiu diminuir o valor para US$ 267 mi. O acordo entre as empresas, tinha como objetivo evitar maiores enfrentamentos nos tribunais. A Oracle aceitou receber US$ 306 milhões de indenização pelo roubo de propriedade intelectual. Um ano depois, a empresa voltou atrás e quer que a indenização seja paga integralmente.