Publicado em: quinta-feira, 10/12/2009

Operação descobre desvio de verba em Universidade gaúcha

Um operação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal deflagrada na quarta-feira, 09, desvendou um esquema de desvio de dinheiro na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), no Rio Grande do Sul.

A ‘Operação Kollektor’, como foi batizada a ação, descobriu um desvio que ultrapassa os R$ 63 milhões. De acordo com as autoridades federais, ’empresas fantasmas’ da instituição recebiam valores muito altos por serviços que jamais foram prestados.

A Polícia apurou que em uma determinada oportunidade foram sacados R$ 2,2 milhões de um caixa dentro da própria Ulbra. Em outra ocasião, foi feito um adiantamento de mais de R$ 8 milhões à universidade, sem nenhum motivo aparente.

A operação também investiga eventuais desvios de verbas do Programa Universidade para Todos (Prouni). Mais de 120 policiais e 30 agentes da Receita Federal foram acionados na ‘Operação Kollektor’, que teve 23 mandados de busca e apreensão em Porto Alegre e seis cidades do Rio Grande do Sul.