Publicado em: sábado, 10/12/2011

ONU celebra Dia Internacional dos Direitos Humanos neste sábado

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, declarou, neste sábado, que os direitos humanos são de direito de cada ser humano, sem qualquer tipo de exceção. O sul-coreano disse que é preciso que cada um conheça seus direitos para que eles sejam respeitados e defendidos, caso contrário, os direitos humanos se tornarão palavras sem sentido em um documento feito há décadas.

De acordo com o secretário-geral da ONU, a importância dos direitos humanos foram demonstradas em todo o mundo, em mobilizações que pediram justiça, igualdade, dignidade e plena participação, principais direitos que constam na Declaração Universal de Direitos Humanos. Ban ressalta que esses ativistas seguem fazendo protestos pacíficos, mesmo que tenham enfrentado repressão violenta diversas vezes.

Ban lembra que a luta continua em alguns países, enquanto outros conseguiram os direitos humanos com importantes concessões ou até mesmo pela queda de regimes autoritários. Segundo o secretário-geral da ONU, 2011 foi um ótimo ano para os direitos humanos, já que chegou-se a novos processos de democratização e aumento na responsabilidade por crimes contra a humanidade.

“Tendo em vista os novos desafios que nos esperam, sigamos o exemplo dos ativistas de direitos humanos, deixemo-nos guiar pelo caráter forte e sempre atual da Declaração Universal e façamos todo o possível para que sejam acolhidos e reconhecidos os ideais e aspirações em favor de cada cultura e de cada pessoa” – conclui a mensagem. (MJ)