Publicado em: quarta-feira, 22/01/2014

Onda de Rolezinhos em Shoppings derruba movimento e traz prejuízos para lojistas

Onda de Rolezinhos em Shoppings O “rolezinho” marcado para domingo no Shopping Leblon, Rio de Janeiro, trouxe mais prejuízos que o esperado para os lojistas. O centro comercial fechou no domingo, mesmo sendo época de alta temporada, visando evitar problemas com os jovens. Ontem, o centro comercial abriu normalmente, porém, o movimento no local estava 60% abaixado do que o normalmente.

Segundo os funcionários, o movimento já diminuiu no sábado, na véspera do encontro marcado pelos jovens na internet. No domingo o local ficou fechado, mas nesta segunda-feira o público foi menos da metade do comum. De acordo com o fundador e um dos sócios do Botequim Informal, o faturamento no domingo chega a R$ 15 mil. E, ele ainda informou, que neste mês os comerciantes têm que pagar impostos e o 13º aluguel, dessa forma, os gastos dobram.

Para os comerciantes a maior preocupação é que eles e suas lojas sejam reféns desses encontros, que eles nem sabem ao certo o que é, se os jovens vão para fazer bagunça, quebra-quebra ou arruaça. Para a maioria, se o ato for pacífico a entrada não deve ser impedida, mas, se promoverem baderna a polícia deve interferir.

Baixa de clientes – Segundo uma vendedora, até às 17hs apenas três clientes tinham entrado na loja. Ela ainda afirmou que ontem parecia feriado, pois o shopping estava totalmente vazio, e isso, com certeza é reflexo do rolezinho.

Voltado para um público refinado, de classes A e B, o shopping Leblon conta com 1.200 vagas, cinema, mais de 200 lojas e restaurantes de alto cunho gastronômico. De acordo com um levantamento do professor de varejo da Fundação Getúlio Vargas, Daniel Plá, o espaço que ficou fechado no último domingo, deve ter tido um prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões.

Para evitar esse tipo de situação, a Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop), afirmou que os espaços comerciais estão examinando os procedimentos que serão utilizados para melhorar a segurança.