Publicado em: sábado, 28/07/2012

Olimpiadas 2012 – Técnico da Coreia do Sul é expulso das Olimpíadas por dirigir embriagado

Olimpiadas 2012 - Técnico da Coreia do Sul é expulso das Olimpíadas por dirigir embriagadoNeste sábado (28), a federação da Coreia do Sul da modalidade de vela afirmou que um de seus técnicos recebeu a expulsão dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 por dirigir embriagado após um jantar. O treinador Lee-Jae-Cheol voltava junto com os atletas para a Vila Olímpica, na última quinta-feira às 5h da manhã na capital britânica. O treinador estava em um jantar oferecido pelo prefeito de Weymouth, cidade em que acontecem as disputas de vela.

Para tentar fazer o efeito de o álcool passar, o treinador ainda dormiu um pouco, porém isso não resolveu. O técnico sul-coreano foi pego pela polícia local e foi multado em cerca de R$ 800. A federação do país emitiu um comunicado em que pede desculpas pelo comportamento apresentado por Lee. O secretário-geral da Coreia do Sul, Kim Joon-nyun, afirmou que o técnico voltaria para o país.

Expulsão

Este não é o primeiro episódio de expulsão nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. A atleta grega, Voula Paraskevi Papachristou foi expulsa pelo Comitê Olímpico de seu país por escrever um comentário racista em sua conta no microblog Twitter. O Comitê Olímpico grego afirmou que a atitude da atleta faltou com respeito e não teve o mínimo de espírito olímpico, por isso ela foi cortada e não pode nem viajar para Londres.

O técnico da atleta do salto triplo, George Pomaski, achou exagerada a punição que o Comitê deu a Papachristou, e afirmou que a jovem já tinha se desculpado pelo que fez. Quando ficou sabendo que não iria para as Olimpíadas, a atleta fez um comunicado em que pedia desculpas e afirmou que a publicação foi somente uma “brincadeira sem graça”.