Publicado em: sábado, 04/08/2012

Olimpíadas 2012: brasileira é suspensa por doping no remo

Olimpíadas 2012: brasileira é suspensa por doping no remoO Brasil se envolveu em um caso polêmico nos Jogos Olímpicos de Londres de 2012, que estão sendo realizados na Grã-Bretanha desde a semana passada. Uma atleta brasileira foi flagrada neste sábado, 4 de agosto, pelo exame antidoping e por isso não irá participar de uma das finais do remo.

Kissya Cataldo iria disputar a final C do skiff simples nos Jogos de Londres. De acordo com as informações que foram divulgadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro, o COB, o teste no qual a atleta brasileira foi reprovada acusou que ela teria utilizado a substância conhecida como Eritropoetina em uma prova que teria sido realizada ainda no Brasil, no último dia 12 de julho.

Assim que o doping foi anunciado, Kissya Cataldo foi cortada da delegação brasileira que está em Londres. A atleta estava sendo esperada para disputar o 13° lugar no remo, mas não apareceu na prova. Para justificar a ausência da remadora, a Confederação Brasileira de Remo disse que Kissya teve uma indisposição e por isso teria desistido de participar da competição.

No entanto, pouco tempo depois o Comitê Olímpico Brasileiro soltou a informação de que a atleta brasileira tinha sido pega no exame de doping e por isso estava sendo suspensa da competição de forma preventiva. Em entrevista, Sérgio Sztancsa, que é o chefe da delegação brasileira de remo em Londres, confirmou o corte da atleta das competições das olimpíadas.

Ele contou que recebeu uma ligação do presidente da federação internacional, na qual ele foi informado que o exame antidoping da atleta brasileira do dia 12 de julho tinha apontado a presença de uma substância proibida. Por conta disso, ele informou para Kissya que ela estava suspensa imediatamente e a levou para o departamento médico, onde ela foi fazer um teste de contraprova.

Por conta da desistência, Kissya terminou a sua participação nos Jogos Olímpicos de Londres na 30ª colocação.