Publicado em: segunda-feira, 02/06/2014

Obras prometidas para Copa devem ser concluídas em 2017

Obras prometidas para Copa devem ser concluídas em 2017Uma parte do conjunto de obras planejado pelo governo brasileiro para receber a Copa do Mundo 2014 só ficará pronto completamente no segundo semestre do ano de 2017. Isso significa um atraso de três anos. A informação foi repassada por uma estimativa de conclusão dos projetos no levantamento Matriz de Responsabilidades da Copa. Essa matriz é o documento que lista todos os projetos em estádios, portos, aeroportos e também sobre mobilidade urbana que foram planejados para sediar o mundial de futebol. Mesmo que os representantes das três instâncias do governo das cidades sede da Copa e envolvidos com o mundial tenham se comprometido em terminar as obras e investimentos antes do início dos jogos, já se sabe que esta meta não será cumprida. Estamos a menos de 15 dias do início dos jogos, quando o Brasil estreia em 12 de junho, numa disputa contra a Croácia.

Mais de vinte obras que estavam incluídas na matriz foram retiradas do documento, pela certeza de que não estarão concluídas até o início dos jogos. Ainda existem projetos que continuam no documento das obras da Copa do Mundo 2014, mas que ainda assim foram oficialmente adiados, por não terem condições de serem concluídos até o início da competição. Os governos, federal e estadual, prometem conseguir concluir a grande maioria das obras que estão na matriz mesmo depois de finalizada a Copa do Mundo. O Ministério das Cidades já informou que 18 obras que saíram da lista oficial já foram incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento.

Ainda devem demorar para acontecer a entrega de todos os projetos, que inicialmente foram considerados essenciais para que a Copa do Mundo 2014 fosse realizada. O ministério ainda informou que a execução das obras que foram incluídas no PAC será de responsabilidade dos governos locais, mas a estimativa é que a conclusão aconteça entre 2014 e 2016. Neste grupo, entram obras que seriam realizadas para a Copa, mas que tem previsão de conclusão somente em 2017, como no caso da construção de uma torre para o aeroporto de Recife.