Publicado em: quarta-feira, 03/08/2011

Obras no Maracanã podem parar

O Ministério Público Federal entrou com uma ação civil na última segunda-feira (1) pedindo para que as obras do Maracanã sejam paralisadas. O motivo da liminar é a marquise do estádio carioca, tombada pelo patrimônio histórico, e que corre riscos com a modernização do estádio.

Após um estudo de 17 anos, elaborado pelo Iphan (Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a marquise do Maracanã não pode sofrer mudanças radicais. O pedido do MPF foi elaborado pelo promotor Maurício Andreiuolo e deve ser julgado até a próxima sexta-feira.

O documento do Ministério Público pede para que as obras no Maracanã sejam paralisadas imediatamente, sob pena de R$ 500 mil diários, e também exige que as modificações feitas na marquise sejam desfeitas, sob pena diária de R$ 1 milhão.

A ação do MPF ainda cita a insatisfação popular com a reforma do Maracanã. O estádio do Rio de Janeiro passa por um completa reformulação, com vistas para a Copa do Mundo de 2014, porém, as obras já tiveram seus valores reavaliados por diversas vezes, e o custo total da reforma já ultrapassa a casa do R$ 1 bilhão.