Publicado em: sexta-feira, 07/06/2013

Obra mais cara vendida em leilão é de Cândido Portinari

Obra mais cara vendida em leilão é de Cândido PortinariUma das pinturas do artista brasileiro Cândido Portinari bateu recorde no leilão da Christie’s, que ocorreu na cidade norte-americana de Nova York. A obra trata de uma cena singela com crianças brincando com pipas. O quadro tem o nome de “Meninos Soltando Pipas” e foi arrematado por 1,4 milhão de dólares. O valor refere-se a um recorde para Portinari.

O evento aconteceu no final de maio e arrecadou cerca de 495 milhões de dólares no total. Este leilão foi específico para obras de artistas latino-americanos. O número é o mais alto em que se tem conhecimento sobre leilões de arte. O resultado reflete em um novo olhar aos artistas. Além de Portinari, outros artistas brasileiros também fizeram sucesso na comercialização de suas obras.

Tanto é que o chefe de arte do setor latino-americano da Christie’s, Virgilio Garza, declarou que o mercado brasileiro esteve o tempo todo na preferência dos participantes. Portinari fez a obra no ano de 1941 e faleceu em 1962. Entre suas obras, há monumentos expostos na Biblioteca do Congresso norte-americano e também na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Outro destaque do leilão foi uma estátua feita em bronze de Fernando Botero. O artista é colombiano e concluiu o trabalho em 2000 com o título “Dancers”. A obra foi vendida por 1,14 milhão de dólares. A estátua retrata um homem despido e uma mulher com a mão esquerda sobre o ombro direito dele. A imagem é revestida em pátina na cor marrom.
“Mujeres con Frutas” foi arrematada por 1,07 milhões dólares e refere-se à pintura de duas jovens mexicanas. O artista que fez o retrato das indígenas é Alfredo Ramos Martínez. Ele elaborou a obra após se mudar de cidade. No final de 1920, Ramos Martínez morava na cidade de Los Angeles pela necessidade de profissionais médicos que pudessem cuidar da enfermidade da filha.

Naquela época, as estrelas de Hollywood passaram a conhecer o seu trabalho e a colecionar seus quadros em casa. Outros recordes além de Portinari foram conquistados. Entre eles, o de Tilsa Tsuchiya. A artista peruana teve sua tela “Muher Volando” vendida por 339,75 mil dólares.