Publicado em: quinta-feira, 09/01/2014

O diretor Lars Von Trier promete “chocar” em Ninfomaníaca

O diretor Lars Von Trier promete chocar em NinfomaníacaNessa sexta feira (10) será o lançamento do filme “Ninfomaníaca”. O longa será apenas a primeira parte de uma história que conta com dois filmes e terá oito capítulos: “Angler, Jerome, Mrs. H. Delirium, The Little Organ School, The Eastern and Western Church (The Silent Duck) e The Gun.

Charlotte Gainsbourg dá vida a Joe, uma mulher que se autodiagnostica ninfomaníaca. Ela é encontrada em um beco por um homem mais velho, Seligman. Ele a leva para sua casa e cuida de seus ferimentos. Depois de despertar, Joe começa a contar a história de sua vida para ele.

Carreira polêmica do diretor

Von Trier foi banido do Festival de Cannes em 2011 por uma breve declaração. “Eu entendo Hitler, embora saiba que fez coisas erradas. Sei disso. Só estou dizendo que entendo o homem, não é o que chamaríamos de um bom homem, mas simpatizo um pouco com ele”. Foi declarado “persona non grata” pelo conselho dirigente do Festival. Mas em 2013 foi bem vindo novamente. Diante disso ele não faz dá mais entrevistas ou pronunciamentos públicos e espera que seus filmes falem por ele.

Levou a Palma de Ouro pra casa pelo longa “Dançando no Escuro”, que conta a história de uma mãe que está perdendo a visão. Em “Ondas do Destino” o marido, depois que sobre um acidente, obriga sua mulher a ter relações com outros homens para lhe contar. Já “Dogville” foi filmado em um galpão localizado na Suécia com muita simplicidade. Poucos móveis distribuídos no pequeno cenário, marcações no chão, um narrador onisciente e com ele próprio controlando a câmera.

Suas histórias, contam com tragédias, perdas e depressões. Diante disso já podemos ter uma idéia do que se passa na mente desse diretor tão polêmico e não esperar surpresas.