Publicado em: terça-feira, 06/09/2011

Número de casos de malária cai 31% na Amazônia

O Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira (5) que o número de casos registrados da malária no Amazônica teve redução de 31% no primeiro semestre de 2011. Ao todo, foram 115.708 casos registrados de janeiro a junho deste ano. No mesmo período de 2010, foram 168.297 casos.

A redução foi percebida em todos os estados que possuem uma parte da região Amazônica. A região é responsável por 99% dos casos. O Ministério apontou que o estado que teve a maior queda foi o do Are, com menos 45% do total de vítimas.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, comentou que a meta do governo é encerrar este ano com menos de 300 mil casos registrados. “Vencemos a batalha do primeiro semestre, mas precisamos vencer no segundo semestre também. A meta é chegar ao final do ano com menos de 300 mil casos”, falou Padilha.

Padilha ainda disse que até 2015, o governo espera que o numero de casos cai pela metade. “Nós achamos que é possível reduzir a malária no país por meio de uma parceria com estados e municípios”, comentou o ministro.

Na segunda-feira, o governo federal lançou uma nova campanha contra o mosquito que tem como objetivo combater o numero de casos nos 47 municípios que possuem o maior numero de casos da doença. O governo está distribuindo cerca de 1,1 milhão de mosquiteiros que devem realizar a aplicação dos inseticidas de longa duração utilizados no combate a doença.

“Esse mosquiteiro protege a pessoa e a sua família isoladamente, mas quando é usado por toda a comunidade, protege também toda a comunidade. O inseticida impregnado neste mosquiteiro é um produto seguro para o ser humano, quando utilizado em larga escala protege o conjunto da comunidade”, comentou Padilha.