Publicado em: quarta-feira, 07/03/2012

Número de casos de dengue cai 61% no primeiro bimestre

Os dois primeiros meses do ano registraram uma queda de 61% no número de infectados com a dengue no país se comparado com o mesmo período de 2011. Em 2012 foram registrados 76.906 casos da doença. No ano passado esse número chegou a 195.894 no mesmo período. Além disso, os casos graves e óbitos reduziram em 96% se comparado com a mesma época de 2011. No primeiro bimestre do ano anterior foram 147 óbitos, contra 6 em 2012. Esses dados foram apresentados ontem pelo secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, durante a reunião de avaliação do Programa Nacional de Controle da Dengue da Região Nordeste, que foi realizada em Fortaleza.

A região nordeste apresenta alto índice da doença. Fortaleza, Juazeiro do Norte e Recife estão entre as 10 cidades com maior incidência da doença. Em 2012 foram contabilizados 23.202 casos de dengue. Isso equivale a uma incidência de 43,7 casos por 100 mil habitantes. Ainda que seja alto, esse número é menor do que de 2011, quando foram registrados 40.989 casos, que equivale a uma incidência de 77,1 por 100 mil habitantes.

Somente no Ceará foram registrados 3.693 casos no período. A incidência é de 43,7 casos por 100 mil habitantes. Mas esse número ainda é menor que 2011 quando foram contabilizados 16.049 doentes, com incidência de 189,9 por 100 mil habitantes. Na capital cearense ocorreu uma leve diminuição – 1.309 em 2012 contra 5.038 em 2011 – mas mesmo assim Fortaleza está entre os municípios brasileiros com maior número de casos da doença. Rio de Janeiro (RJ), Palmas (TO); Goiânia (GO), Recife (PE); Aparecida de Goiânia (GO); Juazeiro do Norte (CE); Rio Branco (AC); Araguaína (TO) e Salvador (BA) também fazem parte desta lista.

O secretário de Vigilância em Saúde disse que embora esses números mostrem a diminuição dos casos, não pode haver relaxamento das ações para prevenção da doença, pois estamos no momento mais crítico do ano. O pico da transmissão ocorre entre março e abril. Barbosa destacou que o governo está realizando treinamento dos profissionais de saúde em todo o país para atuar contra a dengue.