Publicado em: terça-feira, 26/06/2012

Novo presidente do Paraguai diz que não vai à cúpula do Mercosul

Nesta terça-feira (26), durante uma entrevista coletiva, o novo presidente do Paraguai, Federico Franco, disse para os jornalistas que a relação do país com os vizinhos não é a sua prioridade no momento. Além disso, o novo mandatário paraguaio afirmou que não irá a cúpula do Mercosul, que será realizada em Mendoza, na Argentina, a partir de amanhã.

Franco disse, na entrevista no palácio presidencial, em Assunção, que a prioridade é “arrumar a casa” e não a política internacional. Ele afirmou que antes de tudo ele precisa montar seu gabinete e deixar a situação se acalmar para, mais tarde, enfrentar as outras questões. O liberal declarou, na entrevista que durou 15 minutos, que seu objetivo no momento é deixar o Paraguai em equilíbrio.

Preparo das eleições

Federico Franco disse também que está se preparando para as próximas eleições para presidente, que serão realizadas em abril do ano que vem. O mandatário afirmou que os prazos para eleição serão respeitados. Isso quer dizer que a votação não será adiada nem antecipada. Ele afirmou que, após isso, o país irá mostrar para o restante do mundo que é um governo legal e democrático através de suas ações.

Franco confirmou que não vai participar da cúpula do Mercosul, e ainda debochou da participação do ex-presidente paraguaio, Fernando Lugo, que participará do evento para expor suas considerações. Franco declarou que Lugo não pode participar da cúpula porque não possui nenhuma autoridade.