Publicado em: quinta-feira, 29/08/2013

Novo laudo do caso Isabella não anula condenação de Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá

Novo laudo do caso Isabella não anula condenação de Alexandre Nardoni e Ana Carolina JatobáO advogado que cuida da defesa de Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá, entrou com o pedido de anulação da condenação de ambos, pelo assassinato da menina Isabella, junto ao Superior Tribunal de Justiça, com base em um novo laudo que foi produzido a pedido dele por peritos dos Estados Unidos, porém o tribunal não acatou o pedido do advogado e informou que esse laudo não anula a condenação de ambos.

A decisão unânime foi tomada na tarde de terça-feira, onde também foi descartado o pedido de relaxamento das penas estipuladas para Alexandre e Ana Carolina, já que segundo o advogado deles o tempo que foi estipulado para que eles cumpram as condenações foi maior que o tempo mínimo que é estipulado por lei.

O advogado de Alexandre Nardoni deu entrevistas no começo do mês, onde ele comunicou que no novo laudo que foi produzido por peritos americanos consta a informação de que as marcas que estavam presentes no pescoço de Izabella não foram causadas pelas mãos de um humano, porém não traz especificações sobre qual objeto poderia ter causado essas lesões na menina, quando questionado sobre a materialidade examinada por peritos, o advogado disse que foi baseada nas informações que constavam nos laudos técnicos realizados aqui no Brasil, e que por meio dessas informações ele fizeram um molde das mãos de Alexandre e também de Ana Carolina, e o resultado deu conta que mesmo que a menina tenha sido ferida pelas mãos de alguém, as medidas não são compatíveis com as mãos de nenhum dos dois acusados pelo crime.

O advogado comunicou na época que precisava de tempo para analisar os dados contidos no laudo e disse também que entraria com o pedido de anulação da condenação de Alexandre e Ana Carolina, pedido este que foi rejeitado esta semana pelo Superior Tribunal de Justiça.