Publicado em: sexta-feira, 05/04/2013

Novela Salve Jorge – Thammy Miranda aparece como mulherão

Novela Salve Jorge – Zyah admite que ama Bianca e Ayla

Novela Salve Jorge

Depois de viverem mais um momento romântico e acabarem se beijando na caverna de Zyah, o turco e Bianca começam a finalmente discutir a relação dos dois, já que o namoro deles terminou de forma abrupta, quando Bianca simplesmente foi embora sem dar satisfações ao guia turístico.

Bianca explica que agora voltou por ter se arrependido de ter ido embora, porque está sim apaixonada pelo guia. A brasileira ainda garante que agora seria capaz de fazer por ele tudo o guia pedia a ela antes. Mas Zyah fica confuso com essas revelações e confessa que apesar de ainda sentir algo por ela, ama a esposa Ayla, da mesma forma e na mesma proporção.

Apesar de a vida inteira ter sido muito cabeça aberto, agora Bianca deixa bem claro que não quer dividir Zyah com mais ninguém. Agora Zyah, depois de ter dado o braço a torcer para Bianca mais uma vez, ficará em dívida com a esposa e a família.

Enquanto a investigação sobre a quadrilha comandada por Lívia continua correndo, a empresária fica bem quieta no seu canto, mantendo uma pose de santinha e se esquivando de qualquer suspeita sobre as mortes estranhas que acontecem em locais em que ela estava presente, como no caso de Rachel.

Mas Helô está na cola da bandida, apesar de viver agora tentando disfarçar as desconfianças e certezas que tem de Lívia. Durante a festa de casamento de Aída, quando o grupo menciona a ausência de Rachel, a delegada logo dispara que foi um assassinato. Lívia tenta disfarçar, trazendo à tona a questão da overdose, mas logo a delegada corta o discurso e garante que Rachel foi assassinada.

Lívia fica surpresa com a afirmação da delegada, mas tenta manter o controle na frente dos outros convidados. Apesar de seu esforço, ela não consegue esconder de Helô que ficou nervosa com a afirmação. Quando Haroldo tenta descobrir os motivos, Helô ainda sugere que a socialite possa ter ouvido alguma coisa que não deveria.