Publicado em: quarta-feira, 16/01/2013

Novela Salve Jorge – Morena e Jéssica se escondem num porta-malas para irem conversar com Helô

Novela Salve JorgeNa Novela Salve Jorge, tudo o que Morena e Jéssica querem é contar todas as situações ruins pelas quais passaram na época em que estiveram presentes na Turquia. As duas foram traficadas e nunca aceitaram essa situação; por isso, o objetivo das duas é se unir para contar o que sabem a Helô. O problema é que Russo já percebeu o que elas estão tentando fazer e deu um recado: se elas contarem o que sabem à delegada, serão mortas. Isso não vai impedir que Morena e Jéssica tentem conversar com Helô. No capítulo desta terça-feira (15) da novela Salve Jorge, as duas vão se esconder num porta-malas para conseguirem entrar no prédio de Helô sem serem vistas.

A medida foi necessária porque Russo colocou vários seguranças ao redor do prédio da delegada. Como Morena e Jéssica foram ameaçadas pelo capanga, que levou as duas para um terreno baldio e deixou claro que as mataria caso contassem algo a Helô, as traficadas começam a pensar em um jeito de conversarem com Helô em seu apartamento sem serem descobertas. O motivo de as duas mulheres não quererem ir até à delegacia é para não serem descobertas pela quadrilha de Lívia. Por isso, elas acreditam que a melhor maneira de contar a verdade para delegada seja indo à casa dela escondidas no porta-malas de um carro.

Para fazer isso, as duas são espertas. Elas ficam do lado de fora do prédio e esperam que algum motorista entre no prédio. Elas percebem que um deles deixou o porta-malas aberto e Morena e Jéssica aproveitam para entrar no veículo sem serem percebidas até mesmo pelo próprio dono do carro. É claro que elas também precisam cuidar com os seguranças da quadrilha de Lívia, que estão de plantão, mas nenhum deles percebe a movimentação e as duas conseguem entrar no prédio de Helô. O que não se sabe é se elas definitivamente vão conseguir revelar a verdade para a delegada, que acabou de sofrer um atentado por causa da organização criminosa do tráfico de mulheres.

Na novela Salve Jorge Jéssica (Carolina Dieckmann) será a próxima a morrer, o que não está agradando os telespectadores. Porém o crime poderá ajudar a dar uma apimentada na novela das 21h. Após o assassinato, que deverá ir ao ar no próximo dia 21, Morena (Nanda Costa) irá começar uma investigação acirrada para descobrir quem foi o autor do crime responsável pela morte da mais nova amiga. Em público, a musa do Morro do Alemão pretende acusar Wanda (Totia Meirelles) de ter sido a bandida que matou a loira. Cega de raiva, Morena vai dar a maior surra com direito a socos e pontapés na bandida. O capítulo do assassinato vai terminar depois de Lívia (Claudia Raia) decidir abandonar o hotel no Rio e vai colocar uma placa de interditado na porta do banheiro. No dia seguinte, Aisha (Dani Moreno) vai encontrar a menina morta e sua família vai correr para ver. Mustafa (Antônio Calloni) vai tentar descobrir qual foi o motivo da morte da menina e vai dizer que Jéssica faleceu de overdose. Morena vai ficar desesperada assim que vê sua amiga no chão e vai dizer aos berros que a amiga não usava drogas e que ela está de prova. No mesmo momento ela apontará para Wanda (Totia Meirelles) e vai dizer “foi você”, em público. É claro que Wanda vai se fazer de desentendida, mas Morena vai continuar as ofensas e vai chamar a traficante de vagabunda dizendo que tem certeza que foi ela. Neste momento a filha de Lucimar (Dira Paes) pula em cia da Wanda e começa a dar a maior surra na traficante. Theo (Rodrigo Lombardi) e outras pessoas vão tentar separá-las, mas ela continua dizendo que a mulher é a verdadeira culpada pelo assassinato de Jéssica. Wanda se finge de ofendida e diz que a menina está louca e que a polícia deve levar a menina dali. Helô (Giovanna Antonelli) vai aparecer e vai pedir para que as duas vão para a delegacia com ela. Com muito medo de que Morena conte tudo o que sabe para a delegada, Lívia decide inventar uma nova desculpa esfarrapada para que Wanda não vá ao local.

Já nos próximos capítulos, o destino de Jéssica será traçado. Isso porque ela e Morena vão aproveitar um desfile promovido por Lívia para pedir ajuda à socialite. O que elas nem imaginam é que Lívia também é a chefona do tráfico. Assim, Lívia pede para que Morena e Jéssica subam até seu quarto e a esperem. As duas vão obedecer, mas, ansiosas por serem libertas, descem novamente para o desfile. Em determinado momento, Jéssica vai ao banheiro e vê os sapatos de Lívia. Ela percebe que o calçado é idêntico ao que ela tinha visto no dia em que percebeu que uma mulher era a chefona do tráfico e entende tudo o que está acontecendo. No entanto, Lívia é esperta e vai aplicar um líquido no organismo de Jéssica, que vai morrer envenenada no próprio banheiro. Mais tarde, Morena vai procurar a amiga e verá Jéssica morta, caída no chão.

Será que a morte de Jéssica vai fazer Morena ficar quieta ou ela vai continuar tentando fazer justiça? Isso só os próximos capítulos de Salve Jorge poderão revelar.

Novela Salve Jorge – Stenio e Helô se beijam depois de a delegada sobreviver a atentado

Novela Salve Jorge

A investigação de Helô a respeito da organização criminosa de tráfico de pessoas rendeu um atentado contra ela. Mas a delegada conseguiu sobreviver e, mesmo com o carro em chamas, ela sai do veículo e se salva sem ferimento algum. Quem acompanha a cena é Creusa, que, desesperada, liga imediatamente para Stenio para contar o que aconteceu. O advogado ficou muito assustado e largou tudo em seu trabalho para ir ver a amada. Quando chega ao local, vê que Helô está bem. Os dois se abraçam e, no maior clima de romance, se beijam com paixão. A cena emocionante será transmitida no capítulo desta terça-feira (15) da novela Salve Jorge.

Stênio encontra Helô já na casa da delegada. Apesar de a policial continuar querendo investigar o que aconteceu, ela ficou bastante assustada e precisa da ajuda de qualquer pessoa, principalmente se for alguém que realmente a ama. Stênio também está assustado e só quer ter certeza de que Helô está bem. Por isso, os dois se abraçam assim que se veem e o advogado acaba confirmando que sentiu medo de perder Helô. A delegada fica emocionada devido ao que Stênio fala e os dois se beijam em clima de paixão. Depois do beijo, Stênio continua se declarando e afirma que Helô é muito importante em sua vida.

Enquanto isso tudo acontece, as investigações a respeito do atentado contra Helô continuam acontecendo. O problema é que Lívia está acompanhando tudo e sabe que a polícia tem certeza de que realmente foi um atentado. Como o incidente foi programado pela própria chefona do tráfico, ela quer saber como andam as investigações para não acabar sendo descoberta. Assim, Lívia começa a ficar ao lado de Haroldo para se informar sobre o que acontece. E é justamente assim que ela vê Haroldo conversando com Ricardo. Os dois falam sobre o atentado e Ricardo revela que o trabalho da perícia detectou que, no veículo, havia um artefato de fabricação estrangeira.

Lívia fica atenta ouvindo tudo o que os dois homens falam e Ricardo complementa que as investigações continuam. Ricardo ainda comenta que é bem provável que o responsável pelo atentado esteja no Brasil e que, como a polícia quer saber o que aconteceu, as câmeras de monitoramento do local em que o atentado aconteceu já foram requisitadas. Ricardo ainda avisa que eles vão conseguir descobrir quem é a chefona do tráfico de pessoas, porque eles sabem que esta pessoa está no Brasil. Ouvindo tudo isso, Lívia fica extremamente nervosa, mas obviamente ela finge que não está envolvida no caso, porque precisa se proteger. Falta saber quanto tempo ela vai conseguir fingir que não é a responsável pelo tráfico de mulheres e crianças.

De qualquer forma, a polícia está chegando cada vez mais perto de descobrir todo o esquema da quadrilha e Helô não deverá desistir das investigações, mesmo tendo sofrido um atentado. Jéssica e Morena também poderão colaborar com as investigações, já que as duas estão tentando contar a verdade para a delegada. É verdade que elas já foram ameaçadas por Russo, mas isso não deverá impedir as duas mulheres que foram vítimas da quadrilha.