Publicado em: quarta-feira, 09/07/2014

Novela Meu Pedacinho de Chão – Juliana resolve escrever uma carta para Zelão

Novela Meu Pedacinho de ChãoNa novela Meu Pedacinho de Chão dessa quarta-feira (09), a professora Juliana está preparando uma surpresa para seu amado Zelão. Ela se encanrou com a cartinha que ele lhe mandou, e então resolveu escrever outra como resposta.
Assim que termina de escrever, pede para Gina entregar na casa dele. Quando Zelão recebe, fica animado e diz: “Uma carta pra mim, eu nem acredito!”. Conforme vai lendo, e seus olhos identificam as palavras doces contidas naquelas linhas, ele não se aguenta de tanta felicidade. Quando termina de ler, ele diz para si mesmo: “É hoje que eu morro de amor!”.

Zelão beija Juliana como prova de que os dois ainda irão se casar

Juliana e Gina estão batendo um papo em relação a relação da professora e Zelão. Gina diz que se preocupa e tem medo de que ela de decepcione, se acaso casar com Zelão. Ela questiona a amiga: “Você vai ter coragem de ir morar lá na casa dele, onde mora a Mãe Benta? Ou você tá achando que ele vai ter condições de ter outra casa para ocês?” Juliana reflete, mas antes que responda, as duas são interrompidas por Serelepe, que diz eufórico: “Dona Juliana, o Zelão está esperando pela senhora no lugar de sempre.

E ele já tá lá. O recado está dado, ‘inté’”. A professorinha se empolga com o recado e trata de se apressar para ir correndo encontrar com ele. Assim que chega no local, os dois conversam com muito amor, até que ela pergunta: “Eu me pergunto, Zelão, o que vai ser de nós dois, quando tudo isso tiver que terminar.” Zelão não entende muito bem o questionamento, e então ela explica que irá chegar um momento em que irá embora da Vila e terá que voltar para sua casa. Zelão não gosta do que ouve e logo responde que não irá deixa-la ir embora porque os dois ainda vão se casar.

Mesmo que seja o sonho dela se casar, Juliana demonstra não ter certeza se isso irá realmente acontecer. Ela confessa: “Eu gostaria de me convencer disso, de ter a confiança que você tem”. Ele responde: “Pois eu posso lhe dar essa confiança, minha flor do campo”. A jovem pergunta de que jeito ele pode assegurá-la disso, e nesse momento, em forma de resposta, Zelão a pega pelos braços e a beija apaixonadamente.