Publicado em: sábado, 05/04/2014

Novela Joia Rara – Trama termina tendo Pérola como grande destaque

Novela Joia RaraA Novela Joia Rara chegou ao fim na última sexta feira, mostrando destino da pequena Pérola Riponche, chegando até os dias atuais. O final teve os desfechos tradicionais, com muitos casamentos e finais felizes, mas todos aguardavam para descobrir qual seria o final da protagonista que mais chamou atenção na televisão nos últimos dias. Pérola termina seus dias atuais como uma senhorinha monja, muito reconhecida por suas palavras, ganhando um livro contando sua história e ainda realizando o discurso de abertura no num evento pela paz entre os povos.

Entretanto, durante toda sua trajetória ainda enquanto criança, vivida pela atriz Mel Maia, Pérola foi o grande destaque de Joia Rara, de Thelma Guedes e Duca Rachid. As autoras da trama comentaram em entrevista que além de o saldo da novela ter sido bastante positivo em sua avaliação, o trabalho de Mel Maia foi especialmente elogiado. Pérola foi filha de Franz e Amélia, vividos por Bruno Gagliasso e Bianca Bin. Thelma Guedes opinou que a novela toda foi cheia de grandes personagens, interpretados por grandes autores, mas que a luz da novela foi a personagem de Pérola, já que ela terminou a trama sendo a responsável pelas grandes transformações no coração e na vida de todos a sua volta. Ela ainda frisou que Mel é uma criança tão iluminada como Pérola foi.

Além do papel de Pérola, as autoras ainda destacaram a performance de outros personagens na trama, como Laura e Dália, vividas por Claudia Ohana e Tania Khalill. Thelma lembrou que a atriz defendeu Laura, que era uma mulher muito submissa, com tanta vontade, a ponto dela ter conseguido dar a volta por cima nas últimas semanas da novela. Outro destaque foi o casal vivido por Marcelo Médici e Luana Martau, Joel e Cléo. As autoras contaram que o destino de Joel seria fugir para Paris com Aderbal, mas que a química entre o casal era tão forte que o público pediu para vê-los juntos ao fim da novela.

Novela Joia Rara – Autoras comemoram sucesso da novela

Novela Joia Rara

A Novela Joia Rara chegou ao fim na última sexta feira, mostrando destino da pequena Pérola Riponche, chegando até os dias atuais. O final teve os desfechos tradicionais, com muitos casamentos e finais felizes, mas todos aguardavam para descobrir qual seria o final da protagonista que mais chamou atenção na televisão nos últimos dias. Pérola termina seus dias atuais como uma senhorinha monja, muito reconhecida por suas palavras, ganhando um livro contando sua história e ainda realizando o discurso de abertura no num evento pela paz entre os povos.

Com isso, as autoras da trama Thelma Guedes e Duca Rachid consideram ter relizado um trabalho positivo com a trama, avaliando o balanço final de Joia Rara. Thelma comentou que elas têm agora o sentimento de dever cumprido e que o balanço é superpositivo. Ela ainda destacou que as duas chegaram a se arriscar muito trazendo o tema do budismo na faixa das 18 horas, um assunto que antes nunca havia sido tratado em nenhuma novela, mas que apesar do desafio, elas tiveram um resultado fantástico com o público.

Duca ainda completou em entrevista, afirmando que o objetivo da trama era contar a história de uma Rinpoche que tivesse nascido no Brasil com a missão de harmonizar as relações entre duas famílias que viviam em constante conflito e que com isso, tiveram a chance de falar um pouco dos preceitos e ensinamentos do budismo. Para ela, o saldo final é que elas conseguiram dar conta do recado. O público estava curioso para saber quais seriam as últimas emoções desta história e parece que os fãs de Joia Rara ficaram mesmo satisfeitos com o desfecho da maioria dos personagens, mostrando que a história realmente cativou a todos, trazendo uma trama com mistérios, mas também compaixão e amor.

Sobre as coisas que gostariam de mudar na trama, as autoras comentaram que poderiam ter feito com que Silvia chegasse à novela mais tarde, somente depois da prisão de Amélia, já que revendo agora ela passou muito tempo sem se vingar na mansão. Por outro lado, também gostariam de ter deixado Iolanda por mais tempo casada com Ernest, mas acabaram se deixando levar pela ansiedade do público em vê-la com Mundo. As autoras comentaram que mais tempo presa poderia ter rendido bons embates entre ela, Ernest e Gertrude, que era obcecada pelo patrão.

Novela Joia Rara – Ator espera ter deixado lição com Manfred

Novela Joia Rara

A novela Joia Rara chegou ao fim na noite da última sexta feira, dia 4 de abril, mas as maldades do personagem Manfred acabaram um dia antes disso, com a morte do grande vilão da trama em um trágico resgate de Pérola pela polícia. A polícia demorou, mas finalmente conseguiu encontrar onde que Manfred estava escondido com a menina, tentando dar prosseguimento a seus planos de fugir com a menina para fora do Brasil, como forma de fazer tanto Ernest quanto Franz sofrerem com a ausência da neta. Amélia quase conseguiu salvar a menina, se oferecendo para fugir com Manfred em seu lugar, mas o bandido não se deixou enganar e não acreditou na lavadeira.

Com a recusa de Manfred em entregar a menina, a polícia precisou agir. Ele ainda conseguiu fugir por alguns metros de carro, mas foi cercado pela polícia. Num movimento para pegar o jampala de Pérola em seu bolso, a polícia achou que o vilão iria sacar uma arma e o atingiu com vários disparos. O vilão morreu no local dos disparos, nos braços de Ernest, afirmando que o amava e o perdoava por tudo o que tinha acontecido. Apesar de trágico, depois de tantas loucuras em busca do amor do pai, ele morreu sabendo que o suíço realmente o amava, a ponto de levar um tiro na tentativa de protegê-lo.

Manfred sofreu a vida toda manipulado pela própria mãe, que o fez acreditar ser filho bastardo de Ernest, como um filho rejeitado toda a vida. Sempre foi ela quem o incentivou a buscar por seu lugar na família, como o verdadeiro primogênito dos Hauser, quando na verdade era filho de Venceslau. O vilão acabou se tornando cada dia mais mal tentando conquistar a atenção e o amor do pai, mostrando a ele o quanto era fiel a seus pedidos e nunca o havia afrontado, diferente de Viktor, Hilda e especialmente Franz. Mas nem assim ele conseguiu o amor do pai, que passou a desprezá-lo ainda mais por suas maldades.

Com o fim do vilão, o ator que viveu Manfred na trama, Carmo Dalla Vecchia comentou que esperava que a história do filho rejeitado pudesse servir de lição ao público. Ele explicou que isso o fato de que Manfred viveu muitas coisas ruins, não justificava acabar manifestando seu pior lado, se tornando uma pessoa agressiva e violenta. O ator ainda destacou que Manfred foi um personagem com muita profundidade, sendo bastante complicado conseguir construí-lo. Ele ainda frisou que as últimas semanas do personagem foram muito intensas, mas que a trajetória de Manfred já indicava o desfecho trágico.