Publicado em: quinta-feira, 13/03/2014

Novela Em Família – Bruna Marquezine grava cenas em que Laerte não dá bola para Luiza

Novela Em FamíliaNovela Em Família – Na Novela Em Família de hoje, a atriz global Bruna Marquezine, o ator Bruno Gissoni, além de Roberta Almeida, de Sacha Bali, Erika Januza e de Jorge Sá, gravaram algumas cenas da novela global “Em família”, na Praia do Recreio. Na sequencia daimagens, Luiza, André, Sandra, Murilo, Alice e Mathias aparecerão na praia curtindo um belíssimo dia de sol e avistarão Laerte (Gabriel Braga Nunes), Leto(Ronny Kriwat) e Paulinha (Manu Gavassi) próximo á eles. Obviamente, André vai começara ficar enciumado e dirá que tem a impressão de que o músico sempre está seguindo Luiza.

A jovem dirá que parece o contrário, já que ela tem impressão de que eles estão seguindo o grupo, já que eles moram na Barra, e os amigos de Luiza no Leblon. André vai dar a ideia de que eles mudem de lugar e Luiza dirá que não, já que caso eles os vejam saindo a situação ficará ainda mais estranha, e abraçará o namorado. Sandra pergunta se aquela atitude é de ciúmes e Luiza defende o rapaz, perguntando se o namorado estiver com ciúmes não há problema algum, e que até gosta de um pouco disso, e afirmará que eles estão super bem.

Os dois vão se beijar e Laerte olhará para o lado de maneira discreta. Ele avisará a Leto que os seus amigos estão próximos do local e o menino chamará o grupo, acenando, enquanto Laerte ficará sem reação, imóvel. Alice dirá que eles falam tanto á respeito do músico e nem olharam para ele, e Luiza lembrará que o homem é casado e que mantém um relacionamento com o a pianista há muitos anos. Naquele exato momento em que Laerte e Leto se levantarem para irem até o mar, Luiza, Alice e Sandra vão se levantar também com a mesma intenção.

Novela Em Família

E os seis aparecerão correndo ao mesmo tempo para a água, e acabarão ficando muito próximos. Assim que todos entrarem na água, eles sorrirão, mas sem nenhum tipo de ostentação, já que Laerte não está mais encantado pro Luiza. Assim que algum tempo passe, Leto, Paulinha e Laerte já começarão a se arrumar para sair da praia. As meninas também vão se levantar, mesmo que seja por coincidência, e André pedirá para que eles deem um tempo no local, ou então o outro grupo vai pensar que eles o estão seguindo.

Sandra reagirá pedindo para André tirar Laerte da cabeça e que é melhor deixar o músico pensar o que quiser e levar sua vida tranquilo, sem neura. O estudante não gostará dos comentários e perguntará se a amiga vai controla-lo e se ela sabe ao certo oque ele tem ou não dentro da cabeça. Luiza de intrometerá pedindo para que eles não briguem e afirmará que não custa esperar por dez minutos para que vão embora. Ela olhará de longe Laerte, Leto e Paulinha saindo e acenando para eles.

Novela Em Família – Virgílio acerta contas com Laerte após 20 anos

Novela Em Família – Na Novela Em Família de hoje, a novela está mostrando aos poucos os encontros de uma antiga geração que foi marcada por tragédias que assombram as famílias até hoje. Depois do tão esperado encontro entre Helena (Julia Lemmertz) e entre seu primo, Laerte (Gabriel Braga Nunes), chegou a vez de Virgílio (Humberto Martins) finalmente ter a chance de acertar suas contas com o seu maior inimigo. Depois de 20 anos, ele e Laerte acabarão se encontrando e acabarão repetindo a briga que terminou na tragédia que marcou para sempre a vida dos dois amigos.

Novela Em Família

O tenso encontro vai acontecer apenas por acaso, já na casa de campo de Laerte, em Goiânia. Virgílio acabará viajando até a cidade para verificar onde será a sua exposição de peças feitas por ele e vai aproveitar para rever os seus amigos e também a sua antiga moradia, onde a tragédia aconteceu. Em meio ao passeio, ele acabará dando de cara com o local em que foi a fatídica noite da despedida de solteiro de Laerte e decide entrar para relembrar o passado. Algum tempo depois, ele dará de cara com o rival, que também foi até lá para que pudesse relembrar o passado. Virgílio dirá que não esperava encontrar com o amigo ali, e ele dirá que aquela casa é dele e que é o artista que não deveria estar ali.

O marido de Helena vai falar que aquela residência também fez parte de sua história e que, de alguma forma, ela também pertence um pouco a ele. Ele continuará dizendo que tudo foi mantido no mesmo lugar, mesmo depois de mais de vinte anos. Laerte vai corrigir que já se passaram vinte e um anos, e Virgílio lembrará que falta um mês para completar a data. Laerte será irônico perguntando se o inimigos e lembra das horas também, e Virgílio responderá que sim, e repetira a frase de sua esposa, que afirma que lembra de todas as horas e minutos já que aquele dia jamais vai acabar.

O musico vai se referir á ela como Leninha, mas o escultor se irritará e dirá que o flautista deve chama-la apenas de Helena, que Leninha é só para os íntimos, e sorrirá, lembrando do que o amigo lhe dizia no passado. Ele dirá que Laerte o mandava repetir o nome de sua prima várias vezes, afirmando que só ele poderia se referir á ela como Leninha, e que ele repetia na época já que se sentia pequeno diante do rival, que limpava sua piscina e que muitas vezes chegou até mesmo a fazer o seu dever da escola para que ele pudesse passear, que sua mãe passava até as cuecas que ele vestia e que sua irmã, Neidinha, acompanhava Selma no supermercado para que pudesse carregaras sacolas de compras. Laerte lembrará que aquilo não era de graça e que eles estavam recebendo para isso.

Virgílio não vai gostar nada das insinuações e dirá que é exatamente por isso que eles tinham que engolir tudo. Laerte afirmará que agora ele está cuspindo no prato que comeu e o artista plástico vai crescer para cima dele, perguntando se ele se ofende, e que como eles eram pagos o rival acreditava que poderia fazer tudo e que pagavam por um trabalho e também por um silêncio. Virgílio crescerá perto ainda mais perto do antigo amigo e perguntará se era assim que ele pensava no passado e que por conta disso a família ficou indignada por ele ter sido preso e arrancado de seu casamento em pleno altar, que isso desmoralizava o filho rico que enterrou um homem pobre. Laerte se defenderá dizendo que não o enterrou vivo, já que pensou que ele estava morto.

Novela Em Família

Virgílio não vai dar mole e falará que ele imaginou que jamais seria descoberto, que ele acreditou que seu pai compraria o delegado, além do juiz e do corpo de jurados, que ele seria comido pela terra sem que ninguém reclamasse. Laerte dirá que não precisa ficar ouvindo tudo aquilo depois de seus anos afastado de tudo e de toda sua família, que pagou sua conta perante a sociedade e que não deve mais nada ao rival. Ele dirá isso e ainda afirmará que não tem obrigação de escutar aquilo. Virgílio afirmará que ele continua igual, sendo um canalha, e que mesmo depois de anos ele sempre será. Irritado, Laerte dirá que não será um canalha para sua esposa e nem mesmo para sua filha. Virgílio vai espumar de raiva e pegará Laerte pela camisa, o erguendo do chão exatamente em frente ao tronco em que ele bateu a cabeça e ficou desconcertado.

Ela dirá que poderia fazer com o inimigo a mesma coisa que ele fez há vinte anos, e encostará a cabeça de Laerte. O músico começará a se debater, mas o pai de Luiza é evidentemente mais forte e o manterá firme, e ele ainda provocará perguntando se o antigo amigo está reconhecendo o cheiro de seu sangue, e esfregará o rosto do músico no tronco. Laerte vai gritar e procurará um espora com as mãos. Virgílio pegará uma e colocará na cara do inimigo, perguntando se é aquilo que ele quer e se ele deseja sentir a mesma dor ou ficar com o mesmo sinal. Sem dó, ele passará a espora no rosto do rival, mas sem machucar, e isso deixará o flautista tremendamente assustado, empurrando Virgílio com os pés. Os dois sairão em uma luta corpo á corpo e o marido de Helena levará a melhor. Depois de muito brigarem , Laerte se levantará e sairá pela porta, cambaleando. O escultor vai atrás, mas o filho de Selma entra correndo no carro e vai embora.