Publicado em: sexta-feira, 19/10/2012

Novela Avenida Brasil – Adauto consegue levar Divino para primeira divisão

Novela Avenida Brasil - Adauto consegue levar Divino para primeira divisãoParece que o Divino vai em breve voltar a primeira divisão, agora que Avenida Brasil está chegando ao fim e exibe na noite de hoje seu último capítulo. O mais surpreendente é que o responsável por este feito será justamente Adauto, quem errou o pênalti que derrubou o time.

Depois que Olenka descobre que o namorado é viciado em chupeta e foi por conta do bullying por este vício que ele perde o pênalti, ela vai ajudar o namorado a perder o trauma. Com isso, ele retornará ao time o ajudará a chegar a glória novamente, dando muito orgulho para o bairro do Divino.

Ele acabará ganhando a confiança dos jogadores e trocará boas jogadas com os outros craques. Ele termina a partida e é abraçado pelos jogadores e torcedores, sentindo que cumpri a missão e foi perdoado pelo erro do passado, que acabou ajudando a afundar.

Novela Avenida Brasil – Cadinho pode terminar sozinho

Novela Avenida Brasil

Depois de muitas conquistas, Cadinho pode acabar a novela sozinho. Ele foi passado para trás pelo próprio assistente, que além de roubar sua empresa, funcionários e fortuna, levou também suas três esposas, que não conseguiram viver a vida simples do Divino.

Até ficar pobre de vez, Cadinho estava conseguindo dar conta das três esposas, satisfazendo seus luxos e também carinho aos filhos dos três casamentos. O mais irônico agora é que a única mulher que ainda continua com ele é a sogra Pilar, que abrigou durante o momento de fartura.

Um personagem polígamo não é novidade na teledramaturgia. Em 1986, na novela Roda de Fogo, o personagem Tabaco, interpretado por Osmar Prado, chegou a somar seis mulheres. Mas parece que desta vez Cadinho não terá sorte, porque suas mulheres parecem preferir o dinheiro de Jimmy na Zona Sul.

Novela Avenida Brasil: Na versão original Roni seria um travesti e Suelen atenderia pelo nome de Graicekelly

Novela Avenida Brasil: Na versão original Roni seria um travesti e Suelen atenderia pelo nome de Graicekelly

A tarefa de escrever uma novela é uma obra artística muito especial, isso porque o ator observa as reações do público e vai mudando os rumos da história de acordo com o feedback que recebe.

Isso foi o que aconteceu com alguns personagens, como Roni (Daniel Rocha). De acordo com a versão original da novela, o seu destino seria bastante diferente. O jogador do Divino Futebol Clube, num primeiro momento seria um dos assistentes do salão de beleza de Monalisa (Heloísa Pérrisé). Ele assumiria a sua homossexualidade e iria se fantasiar como a cantora Rihanna, para fazer apresentações boates cariocas. O rapaz acabaria se envolvendo com uma mulher masculinizada e não com Suelen (Ísis Valverde).

Suelen também seria diferente, de acordo com a versão original. A periguete do Divino iria existir, mas com outro nome. Na verdade ela se chamaria Graicekelly e seria irmã de Beverly (Luana Martau). João Emanoel ainda pensou em colocar a personagem de Soninha Catatau (Paula Burlamaqui) como ex-mulher de Silas (Ailton Graça) e mãe de Darkson (José Loreto), e não a ex de Diógenes (Otávio Augusto), como acabou acontecendo.

Iran (Bruno Gissoni) também seria diferente na sinopse original da novela. Ele seria o filho de Monalisa com Tufão (Murilo Benício), já que no inicio da novela a cabeleireira engravida do jogador. Mas a história acabou mudando e ela acabou adotando o menino, depois que os dois sofrem um acidente de ônibus, onde ela perde o filho e ele a família. Assim, Ágata (Ana Karolina Lennes) teria 18 anos de idade e acabaria de apaixonando por Iran, sem saber que ele era seu irmão.

Novela Avenida Brasil: Ultimo capítulo da trama pode causar apagão

Novela Avenida Brasil

O sucesso de “Avenida Brasil” é tão grande que chega a causar preocupação para o NOS – Operados Nacional do Sistema Elétrico, que está interligado com o SIN – Sistema Interligado Nacional. Ambos são fiscalizados pela Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Todas as agencias acreditam que a exibição do último capítulo da trama possa causar um apagão.

Os especialistas afirmam que o medo é que aconteça um efeito chamado de “rampa de carga”. Isso porque depois de assistir a novela, as pessoas vão seguir com suas atividades normais, como tomar banho, abrir a geladeira e acender a luz. Assim o pico de consumo seria muito grande, confirme informou Flavia Oliveira.

Até o momento, das novelas da Globo, a que mais causou aumento no consumo de energia foi “Passione”, que no ultimo capítulo chegou a fazer com que o aumento fosse 5% maior que o normal para o horário. Mas isso já acoteceu no capítulo em que Nina (Débora Falabella) iniciou a vingança contra Carminha (Adriana Esteves).

Assim a NOS declara que se distribuidoras e operadoras não aumentarem a capacidade de fornecimento através de suas linhas de transmissão, existe a possibilidade de que depois que a novela acabar, com um capítulo que vai durar 70 minutos nesta sexta-feira, o país pode ficar sem luz.