Novela Amor à vida – Bruna Linzmeyer fala da preparação para viver uma autista na trama

Bruna Linzmeyer fala da preparação para viver uma autista em “Amor à vida”Na novela Amor à Vida, Bruna Linzmeyer tem se preparado para um novo desafio na sua carreira. Na semana passada, a atriz gravou suas primeiras como a personagem Linda, uma menina autista, que será filha de Amadeu (Genézio de Barros) e Neide (Sandra Corveloni) e irmã de Leila (Fernanda Machado) e Daniel (Rodrigo Andrade) na novela trama das nove, escrita por Walcyr Carrasco.

Em entrevista a jornalista Patricia Kogut, a jovem de 20 anos contou como é passar horas em silêncio e sem interação com o resto do elenco da novela.
Bruna afirmou que é muito emocionante e difícil dar vida a um personagem autista. Ela contou que em sua primeira cena na novela aconteceu um jantar na casa da família, com muita gente, todos falando alto e bebendo, e esta é uma situação assustadora para Linda. Para ela esse tipo de gravação costuma demorar mais do que as outras, pois geralmente passa rápido quando os personagens conversam um com os outros. Mas, desta vez, ela tem que ficar concentrada, sem falar com ninguém, porque entrar e sair da personagem ainda é muito difícil.

A atriz comentou que foi muito difícil encarar a primeira gravação, pois se ela começa a conversar com os outros, acaba se empolgando e vira a Bruna Linzmeyer outra vez.

Por causa da personagem, Bruna passará por experiências diferentes dos seus papéis anteriores. Ela vai aparecer sem maquiagem e com roupas bem simples todo o tempo.
Ao falar da personagem, a atriz afirmou que este é o papel da sua vida, e que a cada momento ela lembra de todas as pessoas autistas que conheceu durante os nove meses de preparação que realizou antes de começar a gravar. Ela revelou que Linda não fará terapia e, por conta disso, terá muita dificuldade de comunicação e interação social.

Novela Amor a vida – Avalanche de acontecimentos

A nova novela das nove da Rede Globo de Televisão já começou com muitas informações e acontecimentos inaugurando um novo formato pelas mãos do ousado autor de novelas, Walcyr Carrasco. Agora, se o público vai compreender o intuito do drama e principalmente gostar da trama, é o novo desafio para o autor.

Os primeiros capítulos recheados de muito melodrama considerado até de esquema tradicional do gênero é protagonizado em torno do relacionamento doentio entre irmãos, um bem bonzinho e outro bem maldoso. A saga é entre Paloma e Félix, divididos entre a irmã adotada e o irmão dono de uma maldade sem tamanho e uma sexualidade bem escondida no armário.

A notícia de que o beijo gay na novela é tema que Walcyr Carrasco gostaria de ter feito há tempos em suas novelas ainda está latente, mas a surpresa mesmo parece que é a presença do gay mais maldoso de toda a história do Brasil. O enrustido quer mesmo é toda a herança do pai exclusivamente para ele.

O maldoso Félix foi o personagem que acompanhando os eventos do drama, foi mostrando ao público os inúmeros acontecimentos em uma hora e meia no primeiro capítulo da trama. O que destaca Amor a Vida como a primeira novela a ter um capítulo tão longo em tempo e tão repleto de informações.

Príncipe vira sapo em apenas um capítulo

Os dois primeiros capítulos trataram já de virar o jogo e mostrar a real face de personagens, como o príncipe hippie que ao desembarcar no Brasil, ir para a prisão que lhe rendeu na verdade, apenas a perda de seus dreads, sair desta experiência jogando toda a paz e amor fora e transformado em um grande sapo.

O sapo fica bêbado em um boteco, briga raivosamente com sua mulher que carrega seu filho em uma barriga já muito grande e abandona a bela sozinha no meio da cidade. Isso acaba imediatamente com a reputação de qualquer príncipe, mesmo que seja drediano. Será que um dia o personagem vai conseguir voltar a ser um príncipe de uma princesa só e virar o novo galã e objeto de desejo das telespectadoras? Esta é a pergunta que fica.

+ Novela Amor a Vida Novelas Televisão

Buscar

Curtir