Publicado em: sexta-feira, 28/02/2014

Novela Além do Horizonte – Fátima desconfia ser filha de Kléber

Novela Além do HorizonteNa Novela Além do Horizonte, Lili e Marlon abraçam William emocionados. Álvaro é nomeado por Inês como representante legal dela dentro do escritório. Selma e Rita são quase retiradas da cadeia por um policial. LC continua se fingindo de abobado, mas orienta Angelique a convencer Tereza e Hermes a libertarem ele e Líder Jorge, afirmando que eles não representam nenhum risco. William e Lili ficam bastante abalados ao descobrir que os dois já estão em novos relacionamentos. Líder Jorge e LC são libertos com os esforços de Angelique.

William e Lili são acalmados por Carlos na comunidade indígena. Marcelo não concorda que Álvaro represente sua mãe no escritório. A polícia faz um retrato falado do homem que entrou o pacote para Rita, de acordo com a descrição dela. Lili continua não acreditando que LC seja mesmo o mentor do que acontece de errado na comunidade e Marlon fica preocupado com esta postura dela. Tereza e Hermes se divertem com Líder Jorge e LC, que continuam fazendo tudo o que eles mandam. Keila e Fátima investigam juntas numa biblioteca as notícias sobre a morte de Ana Rosa.

Elas estão de viagem pela capital, buscando por informações sobre a morte da mãe de Fátima. Será no arquivo geral da biblioteca, revirando jornais antigos, que Keila descobre uma notícia sobre a morte de uma moradora de Tapiré, chamada Ana Rosa, que teria sido atacada por um animal selvagem não identificado. Fátima corre para saber o que mais tem de informação no jornal e as duas levam um susto ao ver que Kleber foi entrevistado como namorado da vítima na época. As duas logos concluem que Fátima deve ser filha de Kleber.

Selma e Rita são observadas pelo policial na delegacia. Rose é finalmente convencida por Marcelo a se afastar dele. LC elabora um plano para conseguir colocar Líder Hermes na máquina. Thomaz procura Heloísa e pede para que eles tenham uma conversa sobre o que ocorreu na pousada. Rita e Selma são soltas da delegacia. LC e Jorge conseguem colocar em prática a vingança contra Hermes e Tereza. Lili e William ficam pensando um no outro. Hermes é pego por Líder Jorge e LC, mas Walmor alerta Tereza. Marlon chama o irmão para terem uma conversa sobre Lili. Angelique explica para LC que consegue colocar na máquina da felicidade Hermes.

Novela Além do Horizonte – LC e Líder Jorge planejam colocar Hermes na máquina

Novela Além do Horizonte

No capítulo que vai ao ar em Além do Horizonte desta sexta-feira (28), acontece o reencontro, Marlon e Lili correm ao encontro de William que achavam que estava morto, a emoção é forte mas logo passa quando descobrem o namoro um do outro, Carlos percebe o clima tenso e tenta acalmar os dois. Inês anuncia que Álvaro será seu novo representante no escritório, mas Marcelo se opõe e não permite.

LC conversa com Angelique e ordena que ela convença a dupla Hermes e Tereza a libertar ele e Líder Jorge. Lili ainda confia no Pai e não consegue acreditar que ele seja um vilão, isso deixa Marlon preocupado. Hermes e Tereza não desistem e se divertem com os presos. Fátima e Keila vão pesquisar sobre a morte de Ana Rosa. Selma e Rita já estão na delegacia e são observadas pelo policial, mas logo são liberadas.

LC começa a traçar um plano para que Hermes passe pela máquina, ele e Líder Jorge começam a executar o plano e conseguem pegar Hermes, Angelique diz a LC que consegue colocar ele na máquina. Thomaz chama Heloisa e pede para que os dois tenham uma conversa sobre o que aconteceu entre eles no hotel. Marlon pede para conversar com William sobre seu atual relacionamento com Lili.

O ator Alexandre Nero que dá vida a Hemes na trama, foi escalado para participar de “Falso Brilhante”, nova novela de Aguinaldo Silva que substituirá “Em Família”, para que Além do Horizonte não atrapalhe Alexandre a gravar a próxima novela, a Globo resolveu matar “Hermes”. A emissora irá aproveitar que Hermes está enrolado desde o começo da novela em problemas e vai fazer que ele suma, e então ficará a critério dos diretores decidirem o fim dele, se será executado ou terá um outro tipo de morte.