Publicado em: quinta-feira, 29/09/2011

Nova vacina teria força de reduzir infecção do HIV

Uma nova pesquisa de pesquisadores espanhóis concluíram que 22 de 24 pessoas saudáveis desenvolveram uma resposta imune ao HIV depois de receberam a vacina MVA-B.

A vacina contém quarto genes de HIV. Isso estimula os linfócitos T e B, que são tipos de glóbulos brancos. O pesquisador-chefe do projeto no Centro Nacional de Biotecnologia em Madri, Mariano Esteban, explicou que o corpo já possui linfócitos, mas são programados para combater diferentes patologias. Treinamento é necessário quando se trata de um patógeno como o HIV, que não pode ser naturalmente derrotado”, explica o pesquisador.

A pesquisa revelou que aproximadamente três quartos dos participantes desenvolveram anticorpos contra o HIV, com apenas 11 meses depois da vacinação. O desenvolvimento de resposta imune ao HIV ainda não significa estar protegido da infecção.

Esteban afirma que a vacina está num estágio inicial, mas revela-se “promissora”. Agora é preciso testá-la em pessoas infectadas pelo vírus para verificar se ela altera a contagem viral. Segundo o pesquisador, o HIV pode no futuro se tornar uma simples infecção como o herpes.