Publicado em: segunda-feira, 03/10/2011

Nova medida econômica para mistura de etanol à gasolina começa a valer nesta semana

A nova medida econômica que tem como objetivo realizar a mistura do álcool anidro à gasolina começa a valer em todo o país nesta segunda-feira (3). A decisão foi aceitada no dia 29 de agosto durante uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e os ministros de Minas e Energia, da Fazenda, da Agriculta e da casa Civil. Dessa forma, serão aceitos somente 20% de álcool na mistura.

A decisão foi aceitada porque o país vive um momento aonde existe a falta de etanol devido a oferta do biocombustível. O Brasil é considerado o maior produtos do mundo de açúcar e do álcool feito da cana de açúcar. Assim, deves-e evitar que a mistura contenha ainda mais etanol anidro e afete o sim da safra e por consequência, aumente o preço do combustível.

Já a Petrobras não irá aproveitar de forma positiva a nova lei. A medida que busca elevar o consumo da gasolina dentro do país deve fazer com que acontece o aumento das importações do combustível, já que a estatal está operando em capacidade máxima.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, indica que a nova medida aconteceu porque não se sabe como deve ser a sagra da cana nos próximos anos. “Temos que garantir o abastecimento olhando para este ano e para o próximo ano. Verificamos que a safra do próximo ano também não será muito melhor que a atual, então, temos que tomar providências desde logo para garantir o presente e o futuro”, explicou.