Publicado em: sexta-feira, 18/11/2011

Nota de risco do Brasil é elevada por agência

A agencia americana de classificação de riscos Standard and Poor’s informou nesta quinta-feira (17) que está elevando em um ponto a avaliação de nota de crédito soberana do país, a partir da justificativa que o governo brasileiros tem cumprido todas as suas metas fiscais propostas.

Dessa forma, a S&P mudou a nota de longa prazo de “BBB-” para “BBB”, que serve como um nível em determinada avaliação de investimentos. Este índice é utilizado quando uma economia apresenta poucas possiblidades ou riscos de dar calote. A agencia ainda afirma que o Brasil deve se manter estável no próximo ano.

Para a agência, o governo da presidente Dilma Rousseff tem consigo demonstrar e cumprir todas as ações e metas ficais propostas, a partir de uma justificava que utiliza diversas ferramentas das políticas monetárias para influenciar a economia nacional.

“Esperamos que o governo busque políticas monetária e fiscal cautelosas, combinadas com o crescimento econômico do país, possa moderar o impacto de choques externos potenciais e sustentar boas perspectivas para o crescimento de longo prazo”, diz a S&P em seu comunicado oficial.