Publicado em: domingo, 29/07/2012

Nono dígito na telefonia móvel começa a valer hoje em São Paulo

A partir de hoje, domingo, 29 de julho, os usuários de telefonia móvel de São Paulo, capital, e de outros 63 municípios que ficam em sua região terão que acrescentar um nove a esquerda do número do telefone. A Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, é o órgão que regulariza a telefonia no país, teve que tomar a decisão para que novas linhas telefônicas móveis pudessem ser disponibilizadas nesta região. A mudança é obrigatória e gratuita e terá dez dias para que a transição seja realizada completamente.

Com essa medida, o aumento da capacidade de linhas móveis para o DDD 11 que era de 44 milhões passará a ser de 90 milhões. Hoje em dia existem 34,2 milhões de chips que já estão com as suas linhas ativadas e outros oito milhões que ainda estão nos estoques das operadoras de telefonia. Assim, a maioria dos números existentes com a combinações possíveis com oito dígitos, cerca de 95%, já tem um dono.

Daqui um tempo a medida será adotada também para todo o país. A Anatel, no entanto, não tem uma data prevista para que essa alteração ocorra. De acordo com a Telebrasil, uma associação que reúne as empresas de telecomunicação no nosso país, a previsão é de que essa mudança aconteça até o ano de 2016.

As operadoras de telefonia móvel já disseram que essas alterações poderão fazer com que instabilidades ocorram nos serviços até que a migração dos equipamentos e dos sistemas sejam concluídas.

A mudança no número de dígitos para a oferta de mais linhas telefônicas na região de São Paulo acontece justamente quando três das principais operadoras de telefonia móvel que atuam em nosso país estão proibidas de comercializar novos chips enquanto não apresentarem para a Anatel um plano de investimentos que visem a melhoria dos serviços que são prestados aos consumidores.