Publicado em: quinta-feira, 22/03/2012

Nokia pretende patentear tatuagens que vibram com alertas do celular

Milhares de pessoas em todo o mundo gostam de tatuar seus corpos com imagens, frases e desenhos. As figuras expressam os gostos de cada pessoa e tentam reproduzir um pouco da personalidade de cada indivíduo. Mas a tatuagem pode deixar de ser apenas uma imagem no corpo para se tornar algo mais útil. A finlandesa Nokia está tentando registrar uma patente nos Estados Unidos com relação às tatuagens que vibram e, com isso, avisam quando o celular recebe algum alerta.

A descrição feita na solicitação de patente afirma que esta tecnologia faz com que a tatuagem vibre através de ondas magnéticas, que são emitidas pelos próprios aparelhos de telefone celular. Essas ondas fazem com que as imagens enviem “estímulos perceptíveis”, que alertam as pessoas sobre recebimento de mensagens, ligações e até mesmo se o celular está sem bateria.

Tinta especial

O pedido de patente afirma ainda que os estímulos perceptíveis enviados para a tatuagem deverão produzir uma “vibração na imagem aplicada na pele”. Para conseguir esse feito, a tinta da imagem é desenvolvida com compostos magnéticos. E as novidades da tatuagem da Nokia não param por aí.

As sensações produzidas pela imagem, seja ela temporária ou permanente, podem ser personalizadas de acordo com o tipo de alerta que a pessoa irá receber. A vibração terá intensidade e tempo diverso de acordo com cada tipo de telefonema, mensagem de texto ou qualquer outro alerta do celular. Além disso, as tatuagens irão poder ser “recarregadas” através de ímãs específicos.