Publicado em: terça-feira, 11/10/2011

No Dia da Saúde Mental, OMS cobra investimentos para prevenção

No dia 10 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Saúde Mental. Nesta segunda-feira (10), a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproveitou a data para pedir por mais investimentos que devem ser aplicados nos sistemas de tratamento das doenças mentais e também na prevenção. Segundo a organização, existem 450 milhões de pessoas que sofrem de algum tipo de perturbação mental ou de comportamento.

De acordo com a OMS, a falta de recursos utilizado para a formação de profissionais habilidade é ainda mais extensa nos países considerados de média a baixa renda, com um destino de 2% do orçamento da saúde para o trato dos distúrbios mentais.

“Precisamos aumentar o investimento em saúde mental e destinar os recursos disponíveis para formas mais eficazes e mais humanitárias de serviços”, destacou em comunicado a OMS.

Na última semana, o ministro da Saúde Alexandre Padilha, falou sofre os avanços que foram observados no país a partir da reforma psiquiátrica, que foi elaborada e está em uso desde 2001. Segundo o ministro, nos últimos anos, o numero de atendimentos de tipo ambulatorial teve registrou 50 vezes mais pacientes, sendo de 423 mil em 2002 para 21 milhões em 2010.

“Não podemos regredir nos avanços que tivemos na reforma psiquiátrica brasileira. Um serviço não se contrapõe ao outro. Quem quiser discutir saúde mental apenas em cima de uma ação está fadado a fracassar”, afirmou Padilha.