Publicado em: quinta-feira, 27/02/2014

No Brasil, Filme Azul é a Cor Mais quente não terá versão em Blu-ray

Filme Azul é a Cor Mais quente não terá versão em Blu-rayO filme Azul é a Cor Mais Quente, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes não terá lançamento em Blu-ray no Brasil. Isso é por conta de seu conteúdo. As empresas que reproduzem filmes no formato se mostraram restritivas em relação as cenas de sexo das personagens que protagonizam o longa.

A distribuidora Imovision, do Brasil, informou nesta terça-feira que a replicação do filme em DVD enfrentou dificuldades e por isso a empresa entrou em contato com a empresa Sonopress, do Brasil, que replica os filmes em Blu-ray, mas ela informou que não faria o serviço, assim como nenhuma outra empresa do ramo.

Depois disso a Imovision falou com a Sony DADC, que não quis fazer as reproduções em Blu-ray do filme, alegando que ele apresenta cenas de sexo consideradas impróprias, apesar do longa ter classificação indicativa para pessoas maiores de 18 anos. Por isso, por enquanto, o filme só poderá ter versões em DVD no país.

A distribuidora Imovision disse lamentar o ocorrido e está buscando alternativas para reproduzir o filme em blu-ray no país. Azul é a Cor Mais Quente foi produzido com base na novela de Julie Maroh, escrita quando ela tinha 19 anos, na Franza. A trama relata a história das personagens Léa Seydoux e Adèle Exarchopoulos, que se apaixonam e tem um romance. No filme as personagens vivem cenas de sexo e até a autora criticou as imagens, dizendo que o filme pareceu pornô.

.