Publicado em: sexta-feira, 14/03/2014

‘Ninfomaníaca parte 2’ chega aos cinemas trazendo cenas polêmicas

Ninfomaníaca parte 2Para quem não gostou e até criticou a primeira parte do filme ‘Ninfomaníaca’, agora poderá ter a chance de mudar seu conceito assistindo a segunda parte do filme, que teve sua estreia ontem, quinta-feira (13), o filme polêmico de Lars Von Trier, promete se superar neste, em todos os aspectos. Na 2 parte, é possível entender a real história e o drama que ronda a vida de Joe, uma mulher que é viciada em sexo e que vive em uma busca incessante de parceiros para suprir esse vício, porém não consegue obter prazer com ele, tendo seu único orgasmo quando ainda era criança, isso é revelado no filme e é a parte que mais surpreende, logo no início.

Quem busca cenas fortes, poderá encontrar na segunda parte, entretanto, é como se a primeira parte de Ninfomaníaca fosse a penas pelo lucro na bilheteria, e se esta foi a intenção, deu certo. Cerca 250 mil pessoas assistiram o filme, sendo considerado o maior sucesso de público de um filme feito por Lars Von Trier, nos cinemas brasileiros. Para quem conferiu, sabe que nele continham cenas mais contidas, de acordo com o contexto da história do filme, o filme já prometia muitas cenas de sexo e sadomasoquismo. A parte curiosa do segundo filme e que o público não esperava, é a gravidez de Joe, que terá que lidar entre compulsividade por sexo e a maternidade.

Cenas impactantes

No filme, o autor Von Trier, propôs uma ligação com a abertura de um de seus últimos filmes, Anticristo (2009), no qual a atriz Charlotte Gainsbourg também atuava como protagonista, no início do filme, a atriz e o ator Willem Dafoe, estão tendo relações sexuais, e não percebem que por um acidente, o filho cai pela janela. Outras cenas que impactarão será logo no início a câmera mostrar de forma panorâmica uma vagina, o maior close do tipo já visto em um cinema. Também, quando Joe tentará transar com dois africanos e os órgãos dos dois ficam explicitamente expostos, entre outras cenas ‘picantes’. Esse gênero de filme, com elementos que trazem o oculto à tona, é característico do autor, todavia, por mais que choque o público, tem tido um retorno positivo e uma boa aceitação.