Publicado em: sexta-feira, 25/04/2014

Netmundial tem aprovação de Marco Civil porém deixa a desejar em questões de espionagem na web

Netmundial tem aprovação de Marco Civil porém deixa a desejar em questões de espionagem na webApós a presidente Dilma Rousseff anunciar a sanção do Marco Civil da internet, outras questões relativas a rede mundial de computadores foram discutidas dentre elas termos de privacidade e proteção de dados dos seus usuários.

Foi realizada apresentação de uma carta que contém princípios de governo na internet, logo após foi aberta uma discussão sobre os termos contidos na mesma e essa discussão contou com a participação de representantes de variadas vertentes dentre eles empresas, técnicos além de governantes que discutiram a respeito dos acordos contidos no documento, o que possibilitam que alguns serviços possam ser padronizados.

Quando o quesito foi possíveis formas de observação na rede mundial de computadores, não houveram muitos detalhes a respeito do assunto, mas algo foi intensamente reforçado, o que de fato os usuários tem direito a terem sua privacidade respeitada na web e que portanto esses dados tem de ser protegidos e não podem ser divulgados ou utilizados para quaisquer análise do perfil do usuário.

Neste documento há uma parte em que o assunto tratado é o da vigilância virtual, porém de acordo com o que foi dito durante o evento esta prática deve se alinhar a legislação de direitos humanos isto no que se refere a registro de dados pessoais e a maneira como estas informações são coletadas, já que estas duas práticas estão de acordo com a legislação citada.

Após todos esses questionamentos serem feitos, o entendimento que ficou é que se for utilizada como uma ferramenta para garantir a segurança Nacional e da população, a vigilância de dados pode ser praticada, pois no momento em haja qualquer perigo a sociedade, esta prática pode ajudar a prevenir atitudes que levem qualquer tipo de risco aos cidadãos.