Publicado em: domingo, 26/08/2012

Neil Armstrong, primeiro homem a pisar na lua, morre aos 82 anos

neil armstrongO primeiro homem a pisar na lua morreu no sábado, 26 de agosto, nos Estados Unidos. O ex-astronauta Neil Armstrong, que tinha 82 anos de idade, morreu em Ohio, nos Estados Unidos, onde vivia. A família enviou um comunicado para a imprensa do país falando da morte de Armstrong. Na nota, a família diz que o ex-astronauta era um ‘herói americano relutante, que sempre achava que estava fazendo o seu trabalho’.

Recentemente, no começo de agosto, Neil teve que passar por uma cirurgia no coração, procedimento no qual a sua artéria coronária foi desobstruída. No entanto, de acordo com as informações fornecidas pelos familiares dos ex-astronautas, a cirurgia teve complicações que teriam levado à morte dele.

A família disse no comunicado emitido para a imprensa que estava arrasada com o acontecimento e de que Neil tinha servido, ao longo da sua vida, com muito orgulho a nação dos Estados Unidos, já que sua carreira foi marcada por passagens na Marinha e na Nasa. Ele também atuou como piloto de provas. Os familiares ainda afirmaram que Armstrong era um bom marido e pai e que irá deixar saudades.

Primeiro homem a pisar na lua

Neil Armstrong tinha 39 anos de idade quando viajou para a lua na nave Apollo 11. Ele era comandante da tripulação. Junto com Edwin Buzz Aldrin, outro astronauta da tripulação que viajou para com a Apollo 11, ele andou, por cerca de 3 horas, pelo solo da lua. O feito foi realizado no dia 20 de julho de 1969, apenas 20 minutos depois que a nave aterrissou na lua. Na ocasião, ele disse a frase que ficaria marcada pelo resto de sua vida. Ao pisar em solo lunar, ele disse: “este é um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade”.

Por integrar a tripulação que foi para a lua e por ser o primeiro astronauta a pisar no satélite da Terra, Armstrong ganhou status de herói no mundo inteiro, mas principalmente nos Estados Unidos. No entanto, sempre que podia, ele evitava o assédio da imprensa.