Publicado em: sexta-feira, 24/05/2013

Negociadores retornam à Espanha para tentar saída de Neymar

Negociadores retornam à Espanha para tentar saída de NeymarA jóia santista está mesmo cobiçada. O Santos sente que tomou a decisão certa. A negativa na oferta dos US$ 20 milhões do Barcelona demonstra o bom planejamento do clube brasileiro. Permanecendo no Brasil, Neymar ajudará o Santos a faturar até o fim do contrato, em junho de 2014. Para quê sair agora? Diversos clubes estão de olho e esta não será a primeira e única proposta. O principal concorrente na contratação do atacante é o Real Madrid, que supostamente já teria oferecido o dobro que o Barça.

Na tentativa de pressionar o craque brasileiro a realizar seu desejo de jogar com Messi, os dirigentes voltaram à Espanha. A artimanha é simples: “olha, é pegar ou largar, eles estão indo embora”, embora nenhum dirigente admita isso, é o que foi especulado pelo jornal espanhol “As”. A verdade é que só o Santos sai perdendo com a venda prematura do craque por valor tão abaixo do esperado. Ídolo do alvinegro praiano, Neymar quer retribuir o clube. Quer jogar ao lado do melhor jogador do mundo também. Porém, existe uma série de variáveis. Se o Barça demorar, perde o privilégio.

Ao que tudo indica, o camisa 11 santista está tranquilo. O futuro na Europa é inevitável. Os dirigentes do Santos não conseguem mais manter o alto salário. Sem falar que o meio publicitário acaba cansando o atleta, que viaja para lá e para cá, apresentando rendimento técnico abaixo do esperado dentro dos gramados.

Informações extra-oficiais indicam que Carlo Ancelotti, provável técnico do Real a partir de junho, já teria dado o aval para o clube desembolsar US$ 100 milhões para fazer frente aos catalães. Mas Neymar quer a permanência de Cristiano Ronaldo para fazer dupla ofensiva, e não parece que isso vá ocorrer. O português deve seguir os passos de José Mourinho, que inicia frente ao Chelsea da Inglaterra no próximo mês.