Publicado em: segunda-feira, 09/07/2012

Negociador brasileiro espera que haja recuperação das exportações para a Argentina

Segundo o governo brasileiro, as negociações com o governo argentino tiveram um resultado positivo. Essa é avaliação feita por Alessandro Teixeira, secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e o representante do Brasil nas negociações com a Argentina. Do lado argentina, quem é o representante para as negociações é Guillermo Moreno, secretário de Comércio Interior da Argentina. Ambos acreditam que a situação foi resolvida e a relação hoje é tida como “objetiva”. Segundo Teixeira, a partir de agora a estimativa é de crescimento das vendas, já que houve a liberação, por parte da Argentina, para a importação brasileira de produtos ligados ao agronegócio e a indústria. Ele espera que haja resultado positivo nas exportações para o país vizinho ainda neste mês de julho. Isso é resultado também da crise econômica mundial, que afeta tanto a Argentina quanto o Brasil.

Barreiras argentinas refletiram nas exportações brasileiras

As exigências e barreiras impostas pelo país vizinho tiveram impacto nas exportações brasileiras e diminuíram em 16% o envio de produtos no primeiro trimestre de 2012. Mas já neste início de julho, a negociação entre os dois países resultou em um avanço do comércio bilateral ampliando as facilidades para a entrada de carne suína no país. Uma análise feita desta primeira semana indicou que nos três primeiros dias do mês já houve mudança, pois somadas as exportações foram no valor de US$ 498 mil, o que equivale a 143 toneladas. Em relação ao mês de junho, o aumento é de 226,1% na quantidade de exportação. Segundo Teixeira, além da negociação da carne suína, também foram liberados 229 licenças para o envio de tratores, plataformas e colheitadeiras, o que significa que a relação atual está bem e já houve a liberação de vários produtos. O representante brasileiro disse ainda que o governo brasileiro continua monitorando as exportações diariamente e que esse trabalho será constante.