Publicado em: sábado, 29/10/2011

Nasa lança satélite para pesquisa climática

Mais uma vez, o homem prova que é capaz de superar as expectativas e conquistar quase tudo que deseja e procura. Nesta sexta-feira, dia 28 de outubro, a Agência Espacial Americana (Nasa) lançou ao espaço, com sucesso, um satélite que fará o monitoramento do clima e também a previsão do tempo.

O NPP custou US$ 1,5 bilhão, aproximadamente R$ 2,6 bilhões, e é o primeiro tipo apto para conseguir informações para pesquisa climática de longo e curto prazo. Na quinta-feira, dia 27 de outubro, a Nasa assinou com acordo com a Agência Espacial Brasileira (AEB). Este acordo servirá para o desenvolvimento de pesquisas sobre as chuvas e a camada de ozônio. Porém, no acordo não existe cláusula para a construção de um satélite.

A espaçonave lançada nesta sexta-feira pesa duas toneladas foi feita pela agência norte-americana em parceria com a Agência Nacional de Administração Oceânica e Atmosférica (Noaa), com a participação também do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

O NPP possui cinco instrumentos em seu interior e deve ficar em órbita polar a 820 quilômetros de altura. Ele monitorará a atmosfera, o oceano e a terra. Este satélite irá capturar informações a respeito da umidade, temperatura e quanta luz do Sol se reflete no gelo ártico. Ele deve permanecer no espaço até o ano de 2017, quando será destruído pelo satélite JPSS-1.