Publicado em: sábado, 09/07/2011

NASA aposenta Atlântis com decolagem bem sucedida nesta sexta-feira

Último ônibus espacial da NASA consegue decolar com sucesso para sua jornada final nesta sexta-feira (08). A previsão do tempo indicava que a decolagem poderia ser transferida para outra data, pois existia 30% de probabilidade para permitir o vôo. Mesmo com o céu nublado, a NASA recebeu o sinal verde para liberar o procedimento e lançar a nave que marca o fim do projeto que durou 30 anos.

O tempo previsto para a duração do tempo que os astronautas vão passar no espaço é de 12 dias. A última tripulação dos ônibus espaciais é composta por quatro integrantes, ao contrário da equipe de sete pessoas que normalmente é montada para as expedições espaciais. O motivo para reduzir o quadro de pessoas é pela possibilidade de ser necessária uma “carona” dos russos, caso a Atlântis esteja danificada demais para o retorno.

A decisão de parar de produzir ônibus espaciais foi tomada ainda em 2003, quando o Columbia foi destruído enquanto voltava à base da NASA na Terra. O acidente foi o suficiente para que Obama determinasse que a agência começasse o processo de aposentadoria dos ônibus e que o mesmo se concluísse até o ano de 2010. Além disso, o presidente americano incentiva o investimento em um novo modelo de nave espacial e na exploração do planeta Marte.

Além de permitir que a última aposentadoria acontecesse este ano, que é o caso da Atlântis, Obama também liberou a continuidade das operações na Estação Espacial Internacional (ISS) até 2020. Agora, a iniciativa para a construção de novas naves deve sair do investimento privado, pois o projeto de 30 anos causou prejuízos para o governo.