Publicado em: sábado, 03/11/2012

Nana Gouvêa tem Facebook bloqueado

Depois do furacão Sandy passou pelos Estados Unidos, parece que a vida de modelo Nana Gouvêa também virou um furacão. Ela acabou ficando conhecida em todo o mundo depois de posar para fotos juntos aos destroços deixados pelo desastre natural. Por causa disso, neste sábado, dia 3, o seu Facebook acabou sendo bloqueado.

Nana estava com o marido em viagem para Miami quando acabou percebendo que não estava mais conseguindo acessar a rede social. Ela é casada com o produtor musical Carlos Keyes e vive nos Estados Unidos. Nana contou que o seu perfil vai ficar inacessível por uma semana e explicou que foi bloqueada porque alguém marcou uma foto sua como conteúdo pornográfico. Ela disse que ficou triste com o episódio.

Nana ainda chorou ao dar entrevista falando sobre as fotos que fez junto aos destroços. Ela disse que está abalada com a repercussão das imagens. A entrevista foi dada para Paul Body, do programa “Inside Edition”, exibido pela CBS. Ela afirmou que a edição do programa cortou a sua entrevista e a trucidou.

A modelo explicou que na entrevista ela foi taxada com alguém que não dá importância para a desgraça dos outros e que isso é uma coisa que ela nunca fez. Ela diz que tem um bom coração e que quando sofre injustiças dificilmente reclama e prefere ficar calada. Nana ainda falou que está muito chateada com tudo o que está acontecendo.

Apesar de estar sendo atacada na internet por sites de todo o mundo, Nana afirmou que não pretende deixar os Estados Unidos e voltar para o Brasil. Ela contou que não vai permitir que isso atrapalhe a sua felicidade, pois pretende ficar ao lado do marido, já que o ama muito e ele é um bom homem. Ela declara que não fez as fotos com má intenção e não queria prejudicar ninguém.

Nana acabou virando assunto na internet e suas fotos junto aos destroços do furacão Sandy acabaram virando paródias. Algumas montagens foram feita onde ela aparece junto outros grandes desastres, como o tsunami e a bomba de Hiroshima no Japão, o Titanic naufragado e as enchentes que assolaram cidades da região serrana do Rio de Janeiro.