Publicado em: sábado, 02/07/2011

MySpace vendido por 6% do valor original

Na quarta-feira passada (29), foi confirmada a venda da rede social MySpace por U$35 milhões, sendo que parte da empresa será propriedade do cantor Justin Timberlake. Agora, com a confirmação do declínio da popularidade da empresa, especialistas avaliam quais foram os prováveis motivos para a desvalorização MySpace dentro do período de seis anos. O resultado comum é que o Facebook dominou os clientes da concorrente.

Por mais que o Facebook seja uma rede social que vem crescendo na preferência dos internautas, parte do motivo para a desvalorização do MySpace é por conta de falhas cometidas pela própria empresa. Um dos motivos, que inclusive atingiu o Facebook por um tempo, é que o público alvo estava focado nos jovens.

Não por este ser inferior, mas simplesmente por que um dia eles vão se tornar adultos. Assim, com a chegada do Facebook, alguns acreditam que a nova geração tenha aderido diretamente ao Facebook, enquanto a velha guarda cresceu e deixou de lado o MySpace. Outro possível fator é as alterações constantes pelas quais o layout do site passava. Depois do usuário ter se acostumado com tal disposição, mudanças não são bem recebidas.

Quando estava em alta, há seis anos atrás, o MySpace foi avaliado em US$580 milhões. Com a variação nos preços, os novos donos pagaram cerca de 6% do valor que foi pago inicialmente pela News Corp., empresa proprietária da rede social até o acordo do dia 29. Agora, o próximo passo será as demissões de funcionários e o planejamento para levantar a ferramenta.