Publicado em: sexta-feira, 12/04/2013

Mutirão contra corrupção atinge deputados de SP

Mutirão contra corrupção atinge deputados de SPFoi realizado na terça-feira (09) um mutirão contra a corrupção no Brasil sob comando do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (Gnococ) que se estendeu por 12 Estados e revelou um desvio de mais de um bilhão de verbas do Tesouro Nacional. Entre todos os envolvidos estão dois deputados estaduais de São Paulo, Itamar Borges (PMDB) e Roque Barbiere (PTB).

Os deputados são suspeitos de participarem de um esquema com empresários que tinha como objetivo o desvio de verbas públicas. O Ministério das Cidades citado entre as escutas dos deputados informou que já tomou conhecimento dos fatos, e que estão analisando possíveis fraudes em processos licitatórios. Do Turismo também foi incluído no escândalo, porém salientou que a responsabilidade de fiscalização pertence aos Estados e municípios que possuem os convênios.

Segundo o procurador–geral da República, Roberto Gurgel, o Ministério Público seguiu o que consta na constituição. “O Ministério Público está se mobilizando em todo o País e mobilizando acima de tudo a sociedade no sentido de mostrar que o que se deseja com a PEC 37, com a concentração das investigações num único órgão do Estado, a polícia, representará sem dúvida nenhuma, um retrocesso gigantesco para a persecução penal no País e para o combate à corrupção de maneira geral”, declarou Gurgel.

O Gncoc saiu às ruas para dar uma resposta à sociedade no dia nacional de combate a corrupção. Uma realidade tão latente neste país. O grupo está diretamente ligado a uma junta que compõe o Conselho Nacional com 158 promotores de Justiça e procuradores da República, 1.300 policiais federais, civis e militares e auditores de Tribunais de Contas, Controladoria-Geral da União e Receita. A meta do mutirão era prender 92 suspeitos de alto escalão e cumprir 337 mandados de buscas por todo o território brasileiro.