Publicado em: quarta-feira, 18/07/2012

Museu que preserva a história do computador é fechado por falta de verbas

As peças que eram exibidas no Museu do Computador estão estragando por falta de verbas. Segundo José Carlos Valle, responsável pelo Museu, o local onde se encontram peças raras importantes na história da informática está fechando por falta de apoio.

Enquanto não consegue patrocínio para manter o seu projeto, Valle está mantendo as peças em um depósito localizado na cidade de Itapecerica da Serra, no estado de São Paulo. No entanto, sem o armazenamento adequado, os itens que fazem parte do acervo do museu estão estragando. Ao todo, o acervo do Museu do Computador conta com mais de 15 mil itens que são das últimas cinco décadas da história da computação no Brasil e no mundo.

Antes de fechar as suas portas, o Museu estava instalado em um prédio na região de Interlagos, em São Paulo. Só que desde o ano de 2008 ele vinha passando por diversos problemas. Um deles foi que o dono do imóvel pediu que o local fosse desocupado, deixando o Museu sem lugar para funcionar. Por conta disso, o Museu foi transferido para a rua Santa Efigênia, também na capital paulista, mas só ficou no local por três meses. Depois disso, o Museu teve que ser fechado e desde então Valle está lutando para que ele seja reaberto.

O projeto de Valle é que um terreno na grande São Paulo seja comprado para que um novo museu utilizando contêineres seja construído. Porém, isso custaria caro e para realizar o seu sonho, Valle busca a ajuda de parceiros no projeto. O projeto custará, no total, o valor de cerca de R$ 1,5 milhão e para que o sonho se torne realidade, Valle está na procura não só por parceiros, como também por patrocinadores e lugares que estejam dispostos a receber palestras e exibições sobre a história dos computadores.