Publicado em: quinta-feira, 21/03/2013

Murilo Rosa terá que falar a polícia sobre fotos íntimas divulgadas na internet

Murilo Rosa terá que falar a polícia sobre fotos íntimas divulgadas na internetO ator Murilo Rosa deve ser intimado para falar novamente à Polícia Civil, prestando esclarecimentos sobre o vazamentos de fotos íntimas do ator, que acabaram indo parar na internet. Ele falou quando prestou queixa na última sexta-feira, explicando que estava sendo chantageado.

Segundo Murilo uma pessoa estava pedindo dinheiro a ele para impedir que as imagens acabassem sendo divulgadas. Rodolfo Waldeck, delegado titular da 14ª Delegacia de Polícia, do Leblon, explicou que incialmente o caso está sendo tratado como extorsão.

A data do depoimento não foi anunciada e a Delegacia de Repressão aos Crimes de Internet (DRCI) está apoiando a investigação. Waldeck disse que um suspeito foi identificado nesta terça-feira. O homem acabou sendo encontrado através do telefone celular que usou para entrar em contato com Murilo.

Além de ligar para o ator global, o chantagista também teria enviado mensagens para o ator pelo telefone. A Polícia Civil disse que todos os procedimentos normais estão sendo realizados neste caso. Nas fotos que foram parar na internet, o intérprete do capitão Élcio, de “Salve Jorge” aparece num primeiro momento sem camisa e depois cobrindo a genital com as mãos. Na terceira foto aparece um homem nu da cintura para baixo, mas não é possível constatar que se trata realmente do ator.

É o advogado Ricardo Brajterman quem está cuidando do caso e disse que as imagens são montagens. Em maio do ano passado a atriz Carolina Dieckmann foi vítima de um crime parecido. O caso ganhou destaque na mídia e no Congresso Nacional, fazendo com que uma lei que qualifica os crimes virtuais desse gênero fosse aprovada.