Publicado em: sexta-feira, 25/11/2011

Multidão protesta na Síria contra Liga Árabe

Com o vencimento do último prazo dado pela Liga Árabe para que a Síria aprove a visita de uma delegação de observadores internacionais, uma multidão composta por milhares de pessoas saíram às ruas durante a sexta-feira (25) para protestar contra a organização.

As manifestações que ocorreram em Damasco, Aleppo e Latakia rejeitavam a iniciativa proposta pela Liga Árabe. A proposta foi qualificada como uma “violação da soberania” nacional. A organização anunciou hoje (25) o final do ultimato à Síria para aceitar a missão de 500 observadores internacionais.

A medida foi rejeitada pelo líder Bashar al Assad. Numa reunião prevista para o próximo domingo, a expectativa é que os ministros de Relações Exteriores árabes aprovem a aplicação de determinadas sanções, assim como a ruptura das relações diplomáticas.

A Liga Árabe decidiu no último dia 12 suspender a participação da Síria como estado membro da organização. Isso porque o governo de Assad não atendeu as exigências da organização para deter a violência no país. Mais de 3,5 mil pessoas morreram desde o início do conflito.