Publicado em: sexta-feira, 05/04/2013

Mulher tem bebês gêmeos aos 61 anos

Mulher tem bebês gêmeos aos 61 anosAntônia Leticia Asti, de 61 anos e seu marido José César Asti, de 55 anos, tiveram há cinco meses os gêmeos Roberto e Sofia. Eles nasceram prematuros, mas hoje já pesam quase cinco quilos.

O casal vive no litoral de São Paulo e há décadas tentavam ter um filho por inseminação artificial. Apenas na quarta tentativa é que conseguiram realizar o sonho de serem pais. Hoje a mãe diz que leva uma vida tranquila com as crianças e que tem a mesma disposição de uma mulher de 30 anos para trocar fraldas, brincar, levar ao médico e passear com os bebês. As dificuldades que enfrentam hoje são as mesmas de país que tem filhos gêmeos.

A mulher também conta que tem levado uma vida normal e que teve os bebes no momento certo e que se pudesse voltar no tempo, não faria absolutamente nada de diferente. Antonia chegou a fazer tratamento para ter a oportunidade de poder amamentar e tem dado tudo certo. O segredo para cuidar de dois ao mesmo tempo? Ela ensina que enquanto um está no colo outro é balançado no carrinho e que as mamadas são revezadas.

Situações constrangedoras

Por ter 60 anos a mais que os bebês, muitas vezes o casal é confundido, as pessoas acham que eles são os avós dos filhos. Sempre lhe perguntam qual é o nome do netinho e não o nome do filho. Mesmo assim, ela brinca com a situação e depois explica que é a própria mãe.

Ela ainda brinca com a diferença de idade, dizendo que um irmãozinho tem que cuidar do outro, pois com 80 anos não poderá correr mais atrás deles. Outra tática para ajudar no futuro foi escolher padrinhos mais jovens, com menos de 30 anos. Os eleitos foram alguns sobrinhos de Antônia, segundo ela, de velhos já bastam os pais de Roberto e Sofia, diz em tom de brincadeira.